Prefeito Francisco Galindo apresenta pacote de obras para a área da saúde

PTB Notícias 26/03/2012, 12:15


O prefeito de Cuiabá (MT), Francisco Galindo (PTB), e o secretário Municipal de Saúde, Lamartine Godoy, apresentaram na última sexta-feira (23/3/2012), durante entrevista coletiva, uma série de obras para a área da saúde, cujos investimentos com recursos próprios chegam a R$ 10 milhões.

São obras que visam ampliar a melhorar o atendimento a população, tanto na atenção básica quanto no atendimento de urgência e emergência, e que já estão com o processo de licitação concluído e algumas até mesmo com a ordem de serviço assinada.

Galindo anunciou que terá início a reforma e ampliação de três policlínicas; a reforma de 40 centros de saúde, a construção de cinco unidades de PSF (Programa Saúde da Família); a construção de uma CAPS (Centro de Atendimento Psicossocial); além da entrega dentro de 120 dias de duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) construídas em parceria com o governo federal.

A prefeitura de Cuiabá também está investindo na locação de 10 novas ambulâncias, que atenderão as novas unidades de saúde e o Pronto Socorro Municipal.

As policlínicas que passarão por ampla reforma são: Pascoal Ramos (R$ 500 mil); Coxipó (R$ 800 mil) e CPA (R$ 847 mil), totalizando investimentos no valor de R$ 2.

147 milhões.

A ordem de serviço para as obras já foi assinada.

O secretário Lamartine Godoy explicou que reformas serão realizadas de forma que o atendimento a população não seja prejudicado.

As unidades serão reformadas por etapas, e parte do atendimento será transferido para as policlínicas ou centros de saúde mais próximos.

Do total de 76 unidades de saúde municipais na capital mato-grossense, 40 irão passar por reformas, sendo a maioria centros de saúde.

A prefeitura irá investir R$ 3 milhões nas obras.

Entre os centros de saúde que começam a passar por reformas, estão os localizados nos bairros Alvorada, Campo Velho, Cidade Alta, Cidade Verde, Paiaguás, Pico do Amor, Quilombo, Novo Mato Grosso, Nova Esperança, entre outros.

O prefeito petebista também anunciou a construção de cinco novas unidades do Programa Saúde da Família (PSF).

As novas unidades terão condições de abrigar 15 novas equipes, que se juntarão as 73 equipes de PSFs que Cuiabá tem atualmente.

As novas unidades serão construídas nos bairros: Jardim Passaredo, Jardim Imperial, Parque Cuiabá, Silva Picoli e Umuarama.

No bairro Novo Terceiro está em construção um Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), onde atuarão 52 profissionais, com capacidade para 60 atendimentos/dia, com oito leitos de observação (4 masculinos e 4 femininos).

A previsão é que o novo CAPS seja inaugurado em junho de 2012.

Já para ampliar e melhorar o atendimento de urgência e emergência em Cuiabá, estão sendo construídas, em parceria com o governo federal, duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), sendo uma no bairro Pascoal Ramos e outra na Morada do Ouro.

Cada UPA terá 18 leitos (seis masculino, seis feminino, seis para pediatria) e capacidade para fazer 12 mil atendimentos/mês.

Cada unidade contará com 150 profissionais e o funcionará 24 horas/dia.

As obras da UPA do Pascoal Ramos ficarão em R$ 3,16 milhões, já a construção da UPA da Morada do Ouro está orçada em R$ 3,45 milhões.

Em relação às UPAs, os recursos são 50% do governo federal e 50% recursos do município.

Nas demais obras, os recursos são todos próprios da prefeitura de Cuiabá.

“Claro que o atendimento a saúde não é só infraestrutura, precisamos de médicos capazes e equipamentos adequados, mas este atendimento deve ser feito no local adequado, com conforto e seguindo os preceitos da área da saúde”, destacou o prefeito.

Ele ressaltou que todas as obras anunciadas e todo o trabalho que sua gestão tem realizado é o retorno que deve ser dado para a sociedade.

“Estamos retribuindo para a sociedade.

“Chico Galindo lembrou ainda que a prefeitura acaba de realizar concurso público para contratação de mais médicos, enfermeiros e demais profissionais da área de saúde, que se juntarão aos 500 médicos que já prestam atendimento na rede pública de Cuiabá.

“Há vários anos não há um investimento desse porte na infraestrutura da saúde em Cuiabá”, lembrou o secretário Lamartine Godoy.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Prefeitura de Cuiabá (MT)Foto: Otmar Oliveira/Secom Cuiabá