Prefeitos Aidan e Auricchio mandam recados nos desfiles do 7 de setembro

PTB Notícias 8/09/2011, 8:02


O desfile cívico em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, realizado ontem em Santo André e São Caetano (SP) deu uma oportunidade de os respectivos prefeitos falarem sobre os problemas das cidades que administram – e do País como um todo – e passar recados sobre o futuro da Nação.

O prefeito de Santo André, Aidan Ravin (PTB), aproveitou para ressaltar a importância da participação da família e contar sua experiência nos desfiles andreenses.

“Representei minha escola na época do ginásio e o Senai com muito orgulho, várias vezes.

É preciso que as famílias incentivem os filhos para resgatar essa tradição.

” Ravin também dividiu com o público a necessidade de ampliar a campanha da paz proposta pela deputada federal Keiko Ota (PSB-SP) pelo desarmamento infantil.

“Não adianta deixar as armas se não desarmarmos nossas mentes, corações e língua.

” Em São Caetano, o prefeito José Auricchio Júnior (PTB) aproveitou para lembrar dos tempos de ditadura.

“Hoje temos liberdade, mas é preciso ensinar as crianças e os jovens a valorizar seus direitos, a liberdade de imprensa, a democracia, a cidadania e os direitos humanos.

” Para ele, educar as crianças é a única forma de garantir que a independência do País continue.

Em Santo André, o desfile estava previsto para começar às 9h, mas teve meia hora de atraso, o que não desanimou os 5.

000 moradores que foram comemorar a Independência do Brasil.

A aposentada Nair de Pinho, 59 anos, moradora do bairro Campestre, levou os cinco netos.

“Quando era criança, meus pais sempre me incentivaram e agora faço com meus netos.

É uma tradição que precisa ser resgatada.

” Uma das netas, Izabela Caroline Lemos da Silva, 10, ficou impressionada ao ver policias e guardas municipais de perto.

“Foi difícil acordar, mas valeu a pena.

” O auditor do bairro Casa Branca José Caranjorge, 53, segurava a Bandeira do Brasil.

“É para mostrar o patriotismo que está no coração.

” São Caetano teve o maior público da festa.

A Avenida Kennedy ficou lotada, com cerca de 10 mil pessoas, que aproveitaram a manhã de sol para exercitar a cidadania.

O casal Nair e Aldemar Carreira, 74 e 81 anos, mora na cidade há 60 e sempre participa.

“É o momento de mostrar o amor pelo nosso País”, afirmou Aldemar.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Diário do Grande ABC