Prefeitura de Belém realiza concurso para aumentar Guarda Municipal

PTB Notícias 22/04/2009, 8:14


Até o final deste semestre a Prefeitura de Belém, administrada pelo petebista Duciomar Gomes da Costa, realizará novo concurso público para aumentar o contingente da Guarda Municipal de Belém (GMB).

Após 13 anos sem concurso, a GMB prevê a oferta de 428 vagas (376 para homens, 45 para mulheres e mais sete para a banda de música), mas esse total será definido no edital do certame, de acordo com a inspetora-geral da corporação, Ellen Margareth da Rocha Souza.

Na última terça-feira, integrantes da comissão designada para coordenar o processo seletivo estiveram reunidos na sede da Guarda Municipal, no Tapanã, para escolher a instituição de ensino que será responsável pela elaboração das provas, além de definir quantas vagas serão oferecidas para a reserva técnica.

A organização do concurso começou no último dia 8.

A prefeitura terá até 45 dias para a realização da prova a partir do lançamento do edital, a ser divulgado em meados de maio.

“Após a escolha da empresa realizadora, vamos publicar o edital em até 48 horas”, explicou Margareth.

A comissão organizadora é composta por sete representantes da GMB e Secretaria Municipal de Administração (Semad), a qual também é vinculada.

Ellen Margareth, da Guarda, preside a comissão, criada pelo decreto 59.

740/09, de 30 de março de 2009.

CLAMOR Atualmente a Guarda Municipal conta com 574 profissionais efetivos e mais 300 contratados.

Após a admissão dos novos integrantes, os contratados serão automaticamente desligados da guarda.

Segundo Ellen, a capital paraense possui 215 praças e logradouros públicos.

Para a preservação do patrimônio e segurança nos espaços públicos, seriam necessários no mínimo 1.

900 profissionais.

“Existe um clamor da população pela segurança nos logradouros públicos, e a partir da presença física dos guardas, automaticamente se faz uma atividade ostensiva nesses espaços”, disse.

Os aprovados na primeira fase do concurso serão submetidos a um curso de formação específica, de caráter eliminatório.

Somente após este curso, os candidatos estarão aptos a ingressar na Guarda Municipal.

“Estamos avaliando junto ao orçamento da prefeitura de Belém para saber quantos serão chamados para o cadastro de reserva”, contou Ellen, antecipando que provavelmente serão chamados mais de 428 aprovados.

O cadastro de reserva terá validade de dois anos.

Com base na legislação da Guarda Municipal de Belém, o nível de escolaridade exigida para participar deste concurso é o fundamental e não será exigido, desta vez, certificado de reservista de 1ª categoria, assim como não será estipulada idade máxima para os candidatos.

A mínima, no entanto, é de 18 anos.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Diário do Pará