Prefeitura de Belém realiza revitalização paisagística em conjunto popular

PTB Notícias 6/06/2009, 17:25


A Prefeitura Municipal de Belém avançou mais uma etapa do Plano Diretor de Arborização e Áreas Verdes de Belém com a revitalização paisagística do conjunto Satélite, nesta sexta-feira (05), em que é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, bairro do Coqueiro.

Ao longo de duas semanas, cem trabalhadores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) plantaram 200 mudas de mangueiras e ipês, além de 24 mil mudas de plantas ornamentais.

O resultado das atividades foi apresentado em evento comemorativo com a participação de alunos das seis escolas do conjunto.

O prefeito Duciomar Costa relembrou a primeira visita feita ao conjunto no início da sua administração e constatou a auto-estima elevada da comunidade após a revitalização paisagística do conjunto, que também foi recentemente pavimentado.

Para o prefeito, o Dia Mundial do Meio Ambiente é mais que uma simples ocasião para o plantio de mudas.

“O nosso gesto não é apenas plantar mangueiras, mas sim conscientizar a população sobre o que significa o meio ambiente e sobre a sua importância.

Temos condições de reduzir a temperatura em até quatro graus com as árvores.

Em uma cidade como a nossa de clima forte, é fundamental a participação da comunidade.

Vamos continuar a caminhar de braços dados”, afirmou Duciomar, que caminhou pelas ruas do conjunto e plantou várias mudas de mangueiras em companhia das lideranças comunitárias.

A revitalização do conjunto faz parte do Programa Arborizar Belém.

A Semma realizou um levantamento inicial sobre a arborização da cidade.

Foi constatado que a chamada “mancha verde” de Belém está localizada em bairros centrais como Nazaré, Batista Campos e Umarizal.

Os mais afastados carecem de arborização e acabam concentrando o calor oriundo do asfalto.

A Semma escolheu mangueiras e ipês por serem de grande porte, proporcionam sombreamento e suas raízes não causam danos à infraestrutura urbana.

Cogitou-se a aplicação das ações do programa inicialmente no Jurunas e na Terra Firme, porém em virtude da ocupação desordenada, a idéia mostrou-se temporariamente inviável pela falta de espaço para o plantio.

“Deslocamos a nossa atenção para o conjunto Satélite, considerado um dos mais antigos e maiores de Belém, além de estar localizado em uma área afastada do centro da cidade.

Não poderíamos deixar de plantar mangueiras porque elas são símbolo da cidade”, comentou o secretário municipal de Meio Ambiente, João Carlos Lima da Costa.

Além disso, a mineradora Vale doou à Semma duas mil mudas de mogno, das quais 1,6 mil foram distribuídas na comunidade do Satélite.

As demais foram entregues à secretaria para futuras campanhas de conscientização ambiental.

Os populares do conjunto estavam satisfeitos com a revitalização.

O aposentado Raimundo Nogueira mora a 20 anos no Satélite.

“Muito boa essa melhoria.

Estávamos tão esquecidos.

Agora estamos integrados ao resto da cidade”, declarou o popular.

A professora Flora da Penha agradeceu ao prefeito Duciomar Costa pela atenção dedicada ao conjunto.

“Vai melhorar muito com a arborização.

Isso só aumentou a minha confiança no prefeito”, falou a moradora, residente há 35 anos no Satélite.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Belém