Prefeitura de Cabo intensifica ações de combate à dengue no município

PTB Notícias 15/04/2012, 12:31


A prevenção é a melhor maneira de minimizar os problemas de saúde pública.

Pensando nisso, administração do prefeito Lula Cabral na cidade pernambucana de Cabo de Santo Agostinho está intensificando as atividades do Programa de Controle Municipal da Dengue.

O prefeito, do PTB de Pernmabuco, autorizou a ação de diversos agentes de Combate a Endemias, que estão espalhados pelo município para conscientizar e mobilizar a população na luta contra a doença.

A iniciativa está sendo comandada pela Secretaria de Saúde do município.

De acordo com uma das coordenadoras do programa, Érika Murayama, a situação de dengue no Cabo têm apresentado resultados preocupantes, principalmente nos bairros de Ponte dos Carvalhos, Charnequinha e São Francisco.

Desde o início do ano foram registrados 388 casos de suspeita de dengue clássica.

“Com o crescimento populacional da região, o número de casos da doença também aumentou, exigindo um reforço maior nos trabalhos das equipes que fazem esse controle”, ressalta.

“Só que essa não é uma missão só nossa, a população também precisa fazer a sua parte”, lembra.

Um dos papéis fundamentais da participação da população na prevenção da doença é evitar o nascimento do mosquito Aedes Aegypti.

Segundo a coordenadora, ações simples podem fazer a diferença.

“A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente”, explica.

Outra forma de ajudar é receber bem os agentes de combate às endemias.

No município, para realizar as orientações e inspeções no combate da proliferação do mosquito, 12 equipes realizam visitas em residências e comércios, a cada dois meses.

Outro grupo atende 197 pontos estratégicos cadastrados, como, borracharias, cemitérios e indústrias a cada 15 dias.

DOENÇA – A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Este mosquito encontrou condições muito favoráveis para o seu desenvolvimento na região.

A sua reprodução ocorre em qualquer recipiente com água parada, como caixas d”água, barris, potes, vasos de plantas, latas, pneus e muitos outros onde a água da chuva é coletada ou armazenada.

Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica.

A dengue clássica apresenta-se geralmente com febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e adultos, mas raramente mata.

Já a hemorrágica é a forma mais severa da doença, pois além dos sintomas citados, é possível ocorrer sangramento, ocasionalmente choque e consequências como a morte.

A qualquer suspeita de dengue, procure uma Unidade de Saúde da Família mais próxima para receber as orientações médicas necessárias, manter o repouso e tomar bastante liquidos.

Desta forma, evita-se o agravamento da doença e o aparecimento de novos casos.

fonte: site da Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho (PE)