Prefeitura de Cabo na Campanha de Enfrentamento à Violência contra Mulher

PTB Notícias 23/01/2011, 10:50


A Prefeitura da cidade pernambucana de Cabo de Santo Agostinho, administrada pelo petebista Lula Cabral, promove durante todo este domingo (23/01/2011) a campanha municipal “Chega de Violência contra a Mulher”, nas praias de Gaibu, Enseadas dos Corais e Suape.

A realização é da Secretaria Municipal de Programas Sociais e da Mulher e da Secretaria Executiva da Mulher.

No mesmo dia haverá a quarta edição da campanha “Basta de Violência contra a Mulher”, em parceria com o Governo de Pernambuco, através da Secretaria Estadual da Mulher, que realizará o evento nas praias do litoral da Região Metropolitana e às margens do Rio São Francisco.

Na ocasião, serão distribuídos aos moradores e banhistas materiais informativos, tais como folders, adesivos para carros e leques.

Outra atração será a Feira das Mulheres Empreendedoras, onde serão expostos e comercializados produtos na praça de eventos da praia de Gaibu, das 8h às 17h.

De acordo com a secretária de Programas Sociais e da Mulher, Edna Gomes, a campanha tem como objetivo informar, orientar e sensibilizar a população sobre o direito da mulher de viver sem violência, bem como divulgar a Lei Maria da Penha.

“É necessário sensibilizar toda a sociedade para o enfrentamento à violência contra a mulher.

Todos e todas, governo e sociedade civil, num só esforço, para erradicar esse mal que destrói famílias e que tem sido a principal causa da morte de milhares de mulheres em nosso país”, afirmou Edna.

Sobre o evento a secretária Executiva da Mulher, Edilene Rocha, destacou a importância da população saber que no Cabo existem órgãos especializados no atendimento às mulheres que sofrem violência.

Ela informou que, através da gestão do prefeito Lula Cabral, estão implantados e em funcionamento a Secretaria Executiva da Mulher, o Centro de Referência Maria Purcina de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Doméstica e Sexista, o Serviço 0800.

281.

1877 – Disque Mulher em Situação de Violência e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

“Defendemos a ideia de que, se as mulheres souberem quais são os direitos que elas têm e quais os órgãos públicos atuam na defesa delas, saberão, numa situação de violência, como e onde buscar ajuda”, orientou.

Participarão também dos eventos representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Associações de Mulheres, Associações de Moradores e grupos de idosos.

fonte: site da Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho (PE)