Prefeitura de Itajubá realiza curso técnico para jovens de baixa renda

PTB Notícias 5/08/2011, 10:59


O Instituto Helibras realizou recentimente, a aula inaugural do curso de mecânico de manutenção aeronáutica.

Este começa a ser oferecido gratuitamente a 30 jovens de baixa renda, aprovados em um concorrido processo seletivo que teve mais de 1.

900 inscritos.

O curso terá três anos e faz parte do projeto Social Heliasas, que contou com apoio da Prefeitura no processo de inscrição dos candidatos, por meio da Secretaria de Assistência Social.

A aula inaugural contou com a presença do prefeito Dr.

Jorge Renó Mouallem (PTB-MG); do vice, Laudelino Augusto; do presidente da Helibras, Eduardo Marson; do vice-presidente, Eduardo Mauad; além de diretores e funcionários da empresa, familiares dos estudantes selecionados e convidados.

“Este curso é uma grande oportunidade para vocês que, por motivos diversos, não tiveram todas as oportunidades que gostariam de ter tido na vida.

Então, agarrem esta chance e se dediquem com todas as forças para que esta nova carreira faça a diferença na vida de vocês”, disse o prefeito, em seu discurso.

O engenheiro e funcionário da Helibras, Vítor Coutinho, falou durante a aula inaugural sobre a importância dos mecânicos aeronáuticos na história da aviação, as possibilidades de crescimento e as perspectivas para a carreira no mercado.

Os 30 candidatos aprovados e que agora começam a estudar no Centro de Treinamento da Helibras foram selecionados pelo Instituto Helibras, seguindo critérios sociais.

O jovens deveriam ter renda familiar de até dois salários mínimos ‘per capita’.

Eles foram inscritos pela Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, e tiveram que passar ainda por uma prova escrita de múltipla escolha e análise socioeconômica, incluindo visita à residência do candidato.

Os conteúdos incluem os módulos básico, célula, motopropulsor e aviônicos.

Levando em conta os mais de 1.

900 inscritos, o Instituto Helibras estuda a possibilidade de expandir o projeto no futuro.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações da Prefeitura de Itajubá