Prefeitura de JF desencadeia ações contra acidentes causados pela chuva

PTB Notícias 26/10/2007, 10:03


A campanha preventiva “Vem Chuva Aí Gente!” lançada em Juiz de Fora (MG) na tarde dessa quarta-feira (24/10) pelo prefeito petebista Alberto Bejani, busca minimizar os possíveis acidentes causados no período chuvoso.

Além de envolver todas as unidades da PJF, o trabalho prevê reuniões com representantes dos principais segmentos sociais como instituições de ensino, UBS, sociedade e associações de bairros, igrejas e outras comunidades religiosas, imprensa, comércio, unidades militares, clubes de serviço, empresas e indústrias.

Nestes encontros, equipes da Defesa Civil, coordenadas pelo subsecretário Sérgio Rocha, repassam aos participantes material informativo com orientações voltadas para a população em geral.

São dicas como, por exemplo, não jogar lixo e entulhos em lotes vagos, ruas córregos e encostas, não construir muros de contenção com blocos de cimento e proteger bem o reservatório de água das residências para evitar contaminação, entre outras.

Este ano, a Operação Olho Vivo prevê macro-vistorias a serem realizadas em áreas com maior índice de ocorrências no último período chuvoso.

Estes locais foram identificados no Plano Municipal de Redução de Riscos, em parceria com SPU, Demlurb, SSSDA, Defesa Civil, Programa de Saúde da Família, escoteiros e grupos da 3ª idade.

Os bairros a serem visitados são Linhares, Santa Rita, Ipiranga/Bela Aurora, Santa Luzia, Santa Cecília e Industrial.

Além destas ações, matérias institucionais serão veiculadas na imprensa local, informes educativos serão impressos em embalagens da rede de Supermercados Bahamas e cartazes serão espalhados pela cidade.

Equipes multidisciplinares da Defesa Civil continuarão fazendo visitas às escolas municipais e a Cia.

Teatral Putz fará apresentações educativas nos bairros onde será desenvolvida a Operação Olho Vivo.

De 0h até as 17h36m desta quinta-feira, dia 25, o pluviômetro da Defesa Civil registrou 9.

2mm (10h) e 5.

2mm (16h).

Cinqüenta e uma ocorrências foram registradas neste período.

As regiões mais atingidas foram a Leste (23 ocorrências), Nordeste (8) e Norte (8).

Os bairros com maior concentração de ocorrências foram Linhares (5), São Tarcísio (6) e Grajaú (3).

As principais causas dos chamados foram trinca/rachadura em parede, laje, muro e piso (6); infiltrações em parede, laje, muro e piso (6); orientações técnicas e preventivas (9) e escorregamento de encosta (6).

A ocorrência de destaque desta quinta-feira foi a interdição, em meia pista, da Avenida Independência, próximo à UFJF, sentido bairro-centro.

No local, foram registradas trincas no asfalto, e a Defesa Civil optou pela interdição preventiva até que as condições do tempo permitam que a Empav possa realizar os reparos necessários.

Enquanto isso, a Defesa Civil vai monitorar a região.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da PJF)