Prefeitura de Laranjeiras participa da campanha contra a paralisia infanti

PTB Notícias 23/06/2011, 7:50


No último sábado, 18/06, a Prefeitura Municipal de Laranjeiras (SE), administrada por Ione Sobral (PTB), iniciou a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, doença infecto-contagiosa que causa paralisia dos membros inferiores.

A aplicação das doses é destinada a crianças na faixa etária inferior a cinco anos, e a iniciativa é do Ministério da Saúde.

Cerca de quarenta profissionais estiveram envolvidos na campanha, distribuídos entre nove unidades de vacinação.

Segundo o secretário da Saúde, Cláudio Santos, nos últimos dois anos todas as metas foram alcançadas e este ano o resultado positivo se repete, já que 2.

794 crianças foram vacinadas.

A meta do Ministério da Saúde era vacinar 2.

244 crianças em Laranjeiras.

A campanha de vacinação contra a poliomielite termina no próximo dia 30 de junho.

“Devido à vulnerabilidade das crianças à infecção viral, o combate à poliomielite é prioridade de qualquer Secretaria de Saúde.

Nosso recado para as mães é que a vacina não está disponível apenas no chamado dia “D”, que é o dia oficial da campanha, mas também durante toda a semana” ressalta o secretário.

Ele reforça também que todos os postos de vacinação foram estruturados com o objetivo de recepcionar as crianças de forma acolhedora.

“Nós investimos em atrativos como forró infantil, pintura, algodão doce, pipoca, entre outras maneiras de tirar a imagem de negativa que as crianças ainda têm em relação a médicos”, explica Cláudio.

Participação A prefeita do município, Ione Sobral, marcou presença nas unidades de vacinação para dar seu apoio aos moradores da região que se deslocaram a fim de proteger suas crianças das graves consequências que a infecção pode causar.

“A campanha exigida pelo Ministério da Saúde e desenvolvida pela Secretaria de Saúde é fantástica, porque trata-se da vida de nossas crianças e sabemos que é de uma importância tremenda garantir a saúde plena delas.

Quando a criança é bem cuidada, ela se torna um cidadão de bem”, defende Ione.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Faxaju