Prefeitura de Manaus faz estudo sobre atuação de transporte alternativo

PTB Notícias 18/08/2009, 7:54


A Prefeitura de Manaus, por intermédio do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (IMTT), vai fazer o recadastramento dos permissionários/proprietários de ônibus alternativos que circulam nos bairros da Zona Leste.

O prefeito Amazonino Mendes (PTB) determinou também que seja feito um estudo detalhado sobre a área de atuação do sistema de transporte alternativo, com o objetivo de se adequar ao novo ordenamento proposto para o sistema de transporte coletivo convencional.

Foi solicitado ainda, que as cooperativas de ônibus alternativos apresentem uma planilha de custos com reposição de peças e combustível consumido pelos veículos.

Essas determinações foram resultado de uma reunião entre o prefeito e os representantes das cooperativas, que aproveitaram para solicitar o aumento o número de vale transporte recebido pelos ônibus durante a semana.

Desde o início de julho, os alternativos podem receber o máximo de 700 vales transportes por semana.

O presidente da Cooperativa de Transporte Alternativo de Manaus (Cooptram), Venício de Araújo, disse os ônibus recebem uma média de 200 vales por dia.

Dessa forma estavam solicitando que cota semanal fosse estabelecida em 1.

500 vales.

Amazonino Mendes explicou que qualquer alteração nesse sentido só poderá ser feita depois de um levantamento que será realizado pelo IMTT.

O estudo a ser feito pelo instituto sobre os alternativos vai determinar os locais onde esses veículos podem pegar e deixar passageiros e servirão de base para a preparação de edital de licitação.

Amazonino Mendes adiantou que a Prefeitura, ainda este ano, irá realizar uma licitação para o sistema de transporte alternativo, como forma de organizar o setor, estabelecendo, inclusive, a rota que os alternativos irão utilizar.

“A organização do sistema vai beneficiar a população, que ficará satisfeita com o serviço e beneficiará também os empresários de transportes alternativos que poderão ganhar mais por esse serviço”, disse o prefeito.

Claudiomar Proença de Souza, presidente da Cooperativa de Transporte Alternativo e Fretamento (Cooptaf), considerou bastante positiva a reunião da manhã de hoje (17).

“O prefeito está empenhado em reestruturar o sistema de transporte de Manaus”.

Ele disse, ainda, que os motoristas de alternativos serão orientados a evitar a parar os carros em locais que possam trazer algum tipo de prejuízo para os usuários.

“Queremos com isso contribuir com a Prefeitura para fazer um sistema de transporte melhor para Manaus”.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Manaus