Prefeitura de Prudente visa fomentar setor tecnológico e capacitação

PTB Notícias 16/07/2011, 9:10


Com o objetivo de discutir sobre a implantação do Arranjo Produtivo Local (APL), que tem como objetivo fortalecer o setor tecnológico com capacitação e incentivo a produção de softwares em Presidente Prudente (SP), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) irá sediar nesta segunda-feira (18/07) às 14h30 “Workshop da ação de Inovação tecnológica – Gestão de Processos Organizacionais (GPO)”.

O encontro reunirá cerca de 30 representantes das pequenas empresas da área tecnológica.

A formação da APL conta com o apoio de diversos parceiros, dentre eles: o Sebrae e a Prefeitura de Presidente Prudente, administrada por Milton Mello, o Tupã (PTB).

Conforme o secretário de Tecnologia da Informação, Rogério Alessi, os empresários do ramo de software se organizaram para montar o Arranjo Produtivo Local.

Segundo ele, o apoio da Prefeitura à iniciativa consiste na proposta de viabilizar uma área localizada no Conjunto Habitacional Ana Jacinta, para a implantação da associação.

Para o secretário da Setec, Prudente deve avançar ainda mais no cenário tecnológico ao instituir a APL, que também terá como parceira a Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente (Intepp) da qual a Prefeitura faz parte.

“O grande objetivo é unir os empresários da área de software para viabilizar treinamentos e certificações para melhorar a produção e possibilitar a exportação de softwares”, resume Alessi.

O secretário explica que através do encontro que ocorrerá nesta segunda-feira (18/07) no Sebrae a intenção é descobrir o melhor modelo de gestão do Arranjo Produtivo Local (APL),que será definido como cooperativa; associação; Organização Não Governamental (Ong) ou Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

O encontro no Sebrae terá início às 14h30 com o tema: Gestão de processos Organizacionais (GPO), apresentado pelo coordenador executivo da Softex – Núcleo Campinas, Edvar Pera Júnior.

A empresa é gestora, desde a sua criação em 1996, do Programa para Promoção da Exportação do Software Brasileiro (Programa Softex), considerado prioritário pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

Às 15h35 tem início o debate do modelo para formação do grupo; às 16h05 – será definido o cronograma preliminar para as consultorias nas empresas.

O encerramento está previsto para ocorrer por volta das 17hDe acordo com o secretário da Setec, Prudente é uma cidade que possui uma grande demanda de mão-de-obra na área da informática com mais de dez cursos superiores oferecidos pelas diversas unidades, sendo elas: Universidade do Oeste Paulista (Unoeste); Faculdades Integradas Antônio Eufrásio de Toledo de Presidente Prudente (Toledo); Uniesp e Unesp; além da Faculdade de Tecnologia de Presidente Prudente (Fatec) e das Escolas Técnica (Etecs).

Segundo Alessi, muitos jovens acabam indo embora da cidade em busca de oportunidades.

“A intenção é fortalecer o setor tecnológico para manter o jovem em Prudente”, destaca Alessi.

Ele lembra ainda que Prudente é uma das poucas cidades brasileiras que conta com uma Incubadora Tecnológica.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Prefeitura de Presidente Prudente