Prefeitura de Santa Cruz do Sul quer trazer locomotiva Santa Fé

PTB Notícias 4/10/2011, 19:41


Desde que assumiu a Prefeitura de Santa Cruz do Sul (RS), em 2009, a gestão de Kelly Moraes (PTB) tem deixado claro através de iniciativas e projetos que as áreas da saúde, segurança e educação são prioridades.

No entanto, também busca-se promover ações com o objetivo de incentivar e apoiar a cultura, para que a história do município possa ser resgatada e para que os santa-cruzenses desfrutem de mais atividades artísticas.

Nesse sentido, a Prefeitura, através do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura está engajada para trazer ao município a locomotiva Santa Fé, que hoje é acervo do museu de Tubarão, em Santa Catarina.

A máquina é um modelo de locomotiva alemão, que foi restaurada pelo valor de R$ 30 mil.

A verba foi doada pela empresa Alliance One.

Para que este projeto se concretize, um passo importante foi dado no mês de setembro.

No dia 27 foi realizada reunião em Rio Grande entre a Coordenadora do Departamento Municipal de Cultura, Marli Silveira, Diretor do Museu de Tubarão, Dorival Oliveira, Chefe de Gabinete da Superintendência do Porto de Rio Grande, Gustavo Garima, o Assessor Jurídico do Porto, Dr.

Leonardo Maurano, o Presidente da Sociedade Amigos da Locomotiva, José Warmuth Teixeira e Neusa Stoelbenn.

O objetivo do encontro foi traçar as metas que faltam para que Santa Cruz obtenha êxito nessa busca.

Para a Coordenadora do Departamento Municipal de Cultura, o resultado da reunião pode ser considerado positivo.

“As expectativas depois desse encontro são as melhores, porque todos os parceiros desse projeto estão falando a mesma língua, estão em busca do mesmo objetivo e procurando uma alternativa para finalmente garantir a vinda a locomotiva para o município”, disse Marli Silveira.

A ideia é que a máquina fique exposta junto a Praça Siegriefed Heuser, na antiga Estação Férrea, onde já se encontra um vagão de trem.

Segundo a Coordenadora, o desejo é transformar o local em um parque temático, em uma espécie de museu a céu aberto.

“Santa Cruz do Sul fez parte da história das linhas ferroviárias no Brasil e como já temos um vagão naquele lugar, nada mais justo do que transformarmos aquele espaço em um local de zelo pelo patrimônio e pela história”, justificou Marli Silveira.

Para a Secretária Municipal de Educação e Cultura, Rejane Henn, a vinda da locomotiva, além de embelezar ainda mais a antiga Estação Férrea, também vai despertar o interesse dos estudantes.

“É uma máquina diferente, com certeza vai chamar a atenção dos jovens e adultos, fazer com que eles queiram saber mais sobre a história do município.

A antiga Estação Férrea vai se transformar em um ponto importante de cultura e aprendizado”, afirmou a Secretária.

A Prefeita Kelly Moraes acredita que a concretização desse projeto fará a Praça Siegriefed Heuser ser parada obrigatória de santa-cruzenses e de turistas.

“Com a chegada da Santa Fé, a antiga Estação Férrea vai reforçar sua importância turística no nosso município”, finalizou a Prefeita.

Trajetória das negociaçõesAs tratativas para trazer a locomotiva para Santa Cruz do Sul começaram com os gestores anteriores.

Em 2009, a atual Administração fez questão de dar continuidade às negociações com o Porto de Rio Grande e com o museu de Tubarão.

Em 2010, o Porto de Rio Grande informou que realizaria um leilão, oportunidade em que a Prefeitura de Santa Cruz aproveitaria para adquirir a locomotiva Santa Fé.

No entanto, o leilão não foi realizado.

Apesar disso, de acordo com Marli Silveira, o Porto já manifestou vontade de ceder a máquina ao município, assim como os responsáveis pelo Museu de Tubarão.

Porém, antes da locomotiva vir para o Município, o Museu precisa receber outra máquina restaurada para deixar no lugar.

Depois da reunião do dia 27 de setembro, a Prefeitura de Santa Cruz encaminhou ao Porto de Rio Grande documentação para que a máquina seja liberada.

A expectativa é de que o Porto responda ao pedido em até 30 dias.

Se aprovado o projeto, o Governo de Santa Cruz vai ser responsável pelo transporte da locomotiva até a cidade e depois vai ter a obrigação de zelar e manter a máquina em bom estado de conservação.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal da Prefeitura de Santa CRuz do Sul