Prefeitura de Santo André recomenda adiamento da volta às aulas

PTB Notícias 1/08/2009, 19:23


A Prefeitura de Santo André, administrada pelo petebista Aidan Ravin, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde, recomendou ontem (31) aos diretores das escolas particulares da cidade o adiamento das aulas para 17 de agosto, seguindo a determinação feita para as escolas municipais e pelo governo do Estado.

O Departamento de Vigilância à Saúde convocou os diretores das escolas particulares supervisionadas pela prefeitura e representantes das entidades filantrópicas da cidade para uma palestra sobre os procedimentos preventivos para evitar a contaminação do vírus Influenza A (H1N1).

As escolas particulares sob a supervisão do Governo do Estado também devem participar do encontro que será realizado no Salão Burle Marx, no 9º andar do Paço Municipal, às 16h30.

A Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo e a Secretaria de Educação e Formação Profissional também divulgaram ontem um comunicado suspendendo algumas atividades no período de 1 a 16 de agosto.

As atividades suspensas são: – Aulas nas Escolas Livres de: Teatro, Cinema e Vídeo, Literatura e Dança; – Cursos paralelos da Casa da Palavra, Casa do Olhar e Centro de Dança, – Acesso ao público a todas as Bibliotecas Municipais; – Aulas nos ginásios Dell”Antonia e Celso Daniel; – Atividades de Cultura, Esporte e Lazer nos CESAS e EMEIFE´s; – Visitação do público e de escolas agendadas à Sabina Escola Parque do Conhecimento; – Visitação e cursos do Parque Escola.

Também serão canceladas as Olimpíadas dos Funcionários Públicos, Olimpíadas dos Comerciantes e Olimpíadas dos Clubes Patrimoniais.

A Secretaria de Educação e Formação Profissional de Santo André informa que estão suspensas as aulas da rede municipal de ensino, acatando assim recomendação da Secretaria Estadual de Saúde divulgada no dia 28/07.

A medida tem como objetivo reduzir a transmissão do vírus influenza A H1N1.

O retorno das aulas nas unidades educacionais do município acontecerá, portanto, no mesmo dia que a rede estadual, dia 17 de agosto.

As escolas particulares têm autonomia para decidir sobre a suspensão das aulas.

A decisão foi tomada em comum acordo com o Colegiado Regional de Secretários de Saúde.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Santo André