Prefeitura de São Caetano aplica verba própria por demora do SUS

PTB Notícias 20/05/2011, 8:06


Por burocracia na liberação de recursos do Sistema Único de Saúde, advindos do Ministério da Saúde, o prefeito de São Caetano (SP), José Auricchio Júnior (PTB), escolheu o caminho de aplicar verba dos cofres municipais no Hospital de Emergências Albert Sabin.

Em audiência realizada na semana passada, técnicos da área mostraram que falta a injeção de R$ 1,5 milhão do montante relacionado ao equipamento, inaugurado em 2008, no bairro Santa Paula.

Segundo a Prefeitura, foi realizada a solicitação do credenciamento para receber a verba em paralelo com o lançamento do hospital e a demora para o início do repasse se deve à burocracia do trâmite legal e liberação de verba pelo Ministério da Saúde, que passa pelo Conselho Municipal de Saúde, Colegiado, Bipartite, Tripartite, até chegar à Pasta da União.

A Prefeitura alega que o custeio está sendo viabilizado com recursos próprios: R$ 3 milhões mensais, que são suficientes para manter a unidade.

Em 2010, o Ministério da Saúde repassou a São Caetano o valor de R$ 25,4 milhões.

Já a previsão para este ano é de R$ 27 milhões.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Diário do Grande ABC