Prefeitura de São Caetano intensifica o combate à dengue neste verão

PTB Notícias 19/01/2012, 7:43


Chuvas intensas, características no Brasil nos meses de verão, que ocasionam, por exemplo, uma grande quantidade de água empossada, favorecem as chances da proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

E neste período, o setor de Vigilância em Saúde, ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Sesaud) da Prefeitura de São Caetano do Sul (SP), administrada por José Auricchio Júnior (PTB), intensifica o combate à doença e fornece dicas para que as pessoas se previnam contra o problema (orientações abaixo).

Ações – Periodicamente, a Vigilância em Saúde visita pontos que podem concentrar focos da doença (borracharias, cemitérios e supermercados) – nos locais, se encontrada, é coletada a larva do mosquito e feito tratamento químico (produtos especiais) ou físico (drenagem da água).

Já a operação bloqueio é promovida se diagnosticado caso de dengue.

Neste procedimento, a Vigilância em Saúde passa a vigiar intensamente quatro quarteirões ao redor do local em que foi constatada contaminação, para combater uma possível epidemia.

O trabalho é desenvolvido no período de viremia, ou seja, dentro de cinco dias depois de detectada contaminação.

Testes ainda são realizados para detectar o índice de densidade larvária na cidade (o ideal é que fique sempre abaixo do nível 1).

E com todo o suporte dos agentes do Programa Saúde da Família (PSF) são disseminadas nas residências do município muitas orientações entre os moradores sobre os cuidados necessários a serem adotados nas residências para evitar a proliferação do Aedes Aegypt.

Confira algumas dicas de prevenção à dengue:- Não deixar a água, mesmo quando limpa, parada em qualquer tipo de recipiente;- Manter recipientes, como caixas d”água, barris, tambores tanques e cisternas, devidamente fechados;- Não deixar água parada em locais como vidros, potes, pratos, vasos de plantas garrafas, latas, pneus e panelas, entre outros;- Remover folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas;- Não deixar a água da chuva acumulada sobre lajes;- Lavar semanalmente tanques utilizados para armazenar água com escovas e sabão;- Encher de areia até a borda pratos utilizados em vasos de planta;- Trocar a água e lavar com escova e sabão vasos utilizados para abrigar plantas aquáticas;- Não jogar lixo em terrenos baldios;- Colocar lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada.

Civisa – Os moradores que encontrarem larvas suspeitas e tiverem dúvidas sobre a doença podem entrar em contato com o setor de Vigilância em Saúde, que está situado no prédio do Centro Integrado de Vigilância à Saúde Oswaldo Cipullo (Civisa), situado à Rua Justino Paixão, 141, no Bairro Mauá.

O telefone é 4238-8170.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Prefeitura de São Caetano do Sul