Prefeitura de Teresina cria pontos de entrega voluntária de lixo

PTB Notícias 2/06/2011, 7:44


A Prefeitura de Teresina (PI), administrada por Elmano Férrer (PTB), deu início ontem, 1º de junho, à implantação dos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) para a coleta seletiva de lixo.

Os primeiros PEVS foram implantados na ponte estaiada, João Isidoro França, na zona Leste, e no Bairro Vermelha, zona Sul.

Ao todo, 12 PEVs serão instalados inicialmente.

A determinação da Prefeitura de Teresina é que os resíduos sólidos colocados nos PEVs sejam recolhidos em carros de coleta específicos para a atividade pela empresa Sustentare Engenharia Ambiental, que é responsável pela coleta de lixo em Teresina.

A empresa destinará todo o material para o galpão da cooperativa de catadores no aterro sanitário.

Esta ação representa o primeiro passo para a implantação definitiva da coleta seletiva na capital, que será realizada através do Projeto DRS Reciclagem, o projeto de inclusão social e econômica que envolve 212 famílias do aterro sanitário.

A cooperativa formada por essas famílias serão as primeiras a serem contempladas com o material reciclado coletado na cidade.

Parceiros do projeto estiveram em Goiânia para conhecer a coleta seletiva de lixo desenvolvida na cidade e trazer a experiência para ser implantada em Teresina.

“Queremos unir a proteção ao meio ambiente com o social, beneficiando o público que já trabalha no aterro.

Os catadores de Goiânia não ganham menos de R$ 1 mil trabalhando com coleta seletiva e é essa realidade que queremos para os catadores de Teresina.

Mas percebemos que uma cooperativa só não vai atender a demanda daqui, por isso serão envolvidas outras associações e cooperativas”, pontuou a secretaria Graça Amorim.

Em reunião realizada na Secretaria Municipal do trabalho, Cidadania e Assistência Social (SEMTCAS) os parceiros do Projeto DRS Reciclagem e o coordenador da limpeza urbana de Teresina, Wander Maia, traçaram as próximas etapas do projeto de implantação da coleta seletiva.

Segundo o coordenador da limpeza urbana de Teresina, Wander Maia, a implantação dos PEVs é a opção mais viável e eficiente para realizar esse trabalho com o lixo reciclável na cidade: “Teresina não produz um volume suficiente de lixo reciclável que justifique uma coleta domiciliar, que neste caso precisa ser específica.

Promover uma coleta em cada casa apenas para o reciclável geraria um custo muito alto.

A criação dos pontos voluntários de entrega é muito mais viável.

Daí a enorme importância da contribuição de cada cidadão”, destacou.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal 45 Graus