Prefeitura de Teresina vai entregar 1.500 novas unidades habitacionais

PTB Notícias 22/01/2011, 9:15


O prefeito de Teresina (PI), Elmano Férrer (PTB), recebeu na manhã desta sexta (21/01) a informação repassada pelo superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Herbert Carvalho, de que a Prefeitura de Teresina já pode dar início ao processo de seleção das famílias que ocuparão as 1.

500 unidades habitacionais que foram construídas por meio do programa Minha Casa, Minha Vida na região Sul da capital.

Serão contempladas com essas casas aquelas famílias cuja renda não ultrapasse três salários mínimos.

Também terão prioridade aquelas pessoas que residem em áreas de risco ou situação de insalubridade.

O prefeito Elmano Férrer lembra que essas unidades habitacionais correspondem ao Residencial Nova Alegria 2 e aos conjuntos Portal da Alegria 2 e 4 e que o perfil das famílias a ocuparem as casas é definido por regras do Ministério das Cidades.

As casas contam com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

A secretária de Assistência Social, Graça Amorim, explica que o edital contendo todos os critérios de seleção já está em processo de elaboração e deverá ser divulgado no prazo de 15 dias.

“As famílias poderão se inscrever tanto em uma das quatro Superintendências de Desenvolvimento Urbano, como pela internet em endereço virtual que ainda divulgaremos”, frisa a secretária, destacando que as unidades habitacionais não podem ser cedidas, financiadas ou vendidas.

O projeto Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, prevê a construção de 6.

242 casas em Teresina.

Deste total já foram construídas 2.

955 que correspondem a 1455 casas do conjunto Sigefredo Pacheco 1 e 2 e Wilson Martins Filho, localizados na zona Leste, e às 1500 moradias que foram a pauta da reunião realizada hoje no Palácio da Cidade.

“Ao todo serão investidos R$ 234,5 milhões em habitação somente em Teresina”, enfatiza o superintendente da Caixa, Herbert Carvalho.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Teresina