Prefeitura de Vinhedo distribui material informativo sobre influenza A

PTB Notícias 3/06/2009, 8:42


A Prefeitura de Vinhedo, administrada pelo petebista Milton Serafim, por meio da Secretaria de Saúde, começou a colocar banners nas Unidades Básicas de Saúde e distribuir folhetos informativos em farmácias e estabelecimentos comerciais para alertar a população sobre a influenza A, doença respiratória aguda (gripe), causada pelo vírus A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína.

O município teve confirmado na semana passada um caso da doença, que é transmitida de pessoa para pessoa, principalmente por meio da tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

O segundo caso foi confirmado nesta segunda-feira, dia 1º e se trata de uma pessoa que tive vínculo epidemiológico direto com o primeiro paciente.

A intenção é fazer se dirigir à unidade de saúde mais próxima as pessoas que apresentarem os sintomas da doença, estiveram em áreas consideradas de risco ou que tiveram contato com pacientes suspeitos da doença.

“Precisamos do apoio da população.

As pessoas que apresentarem sintomas como gripe, tosse, febre, dor no corpo e de garganta devem procuram atendimento médico para receber orientações e cuidados necessários”, explicou a secretária de Saúde, Regina Sterse.

Na semana passada, a Secretaria de Saúde também realizou palestra e orientação com profissionais de saúde da rede pública e privada de Vinhedo sobre aspectos clínicos, fluxo de atendimento e encaminhamento de casos suspeitos.

Oitenta pessoas, entre médicos, enfermeiros, farmacêuticos e atendentes de consultórios participaram do evento.

A secretária de Saúde garante que a rede municipal de saúde está preparada para acolher as pessoas que apresentarem sintomas, minimizar os riscos de contaminação e dar o encaminhamento necessário do paciente ao hospital das Clínicas da Unicamp – hospital referência na região para atendimento e diagnóstico.

“O objetivo da palestra foi orientar sobre a padronização de atendimento ao paciente que relatar de sintomas compatíveis à doença, seja na rede pública ou privada.

Eles também foram orientados a notificar a vigilância epidemiológica do município sobre os procedimentos realizados”, explicou a secretária de saúde.

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Vinhedo confirmou nesta segunda-feira (01) o segundo caso da Influenza A no município.

Trata-se da esposa do primeiro caso confirmado da doença em Vinhedo na semana passada.

Portanto, é um caso de pessoa que teve vínculo epidemiológico direto com o primeiro paciente.

No momento, a vigilância epidemiológica mantém em monitoramento 37 casos comunicantes que tiveram vínculo direto e indireto com o paciente, porém nenhum deles apresenta os sintomas da doença.

Quatro deles estão em quarentena domiciliar e outros 33 estão recebendo monitoramento diariamente via telefone.

A identidade e informações pessoais dos pacientes não serão divulgadas, conforme recomenda o Ministério da Saúde e a OMS, que reforça a importância de manter em sigilo a identidade dos casos confirmados, suspeitos e em monitoramento.

Esta medida visa evitar estigma social aos pacientes e resguardar o direito da inviolabilidade de sua privacidade.

Influenza AÉ uma doença respiratória de porcos causada pelos vírus Influenza do tipo A.

Uma nova mutação do vírus A/H1N1, entretanto, está sendo capaz de transmitir a gripe suína entre humanos, especialmente no México e nos Estados Unidos.

O que deve fazer se apresentar os sintomas?Você deve procurar logo uma unidade de saúde mais próxima e informar ao profissional de saúde o seu roteiro de viagem ou histórico de contato com pessoas doentes.

Confirmando a suspeita de infecção por Influenza A (H1N1), você será transferido para um hospital de referência do Estado, pelo serviço de saúde, para monitoramento e, se necessário, tratamento.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Vinhedo