Prefeitura municipal de Teresina adotará novo manejo para o lixo hospitala

PTB Notícias 18/10/2011, 17:50


A Prefeitura de Teresina vai adotar um novo sistema de manejo de resíduos hospitalares e de origem animal.

O anúncio foi feito ontem, 17/10/2011, pelo prefeito Elmano Férrer (PTB) ao participar de uma reunião da comissão técnica da Prefeitura criada especificamente para dar cumprimento à recomendação do Ministério Público Estadual no sentido de que todo o lixo hospitalar e os resíduos animais passem pelos processos de incineração ou altoclavação.

Elmano Férrer explicou que os estudos para o novo sistema de processamento do lixo hospitalar já vêm sendo feito há algum tempo.

“Uma empresa privada já está disposta a processar o lixo hospitalar.

Devemos começar pelos hospitais da rede pública municipal para, em seguida, alcançarmos os hospitais estaduais e da rede privada”, revelou.

Na verdade, conforme o superintendente executivo de Desenvolvimento Urbano da zona Sul (SDU Sul), Wander Maia, o processo tem um custo elevado que deve ficar em torno de R$ 500 mil mensais.

Os hospitais administrados pela Prefeitura de Teresina são responsáveis pela produção de apenas 25% do lixo hospitalar, igual percentual atribuído aos hospitais estaduais.

Os hospitais da rede privada produzem a metade do lixo hospitalar.

Também participaram da reunião o secretário municipal de Governo, Paulo César Vilarinho; a secretária municipal de Finanças, Vanessa Neiva; a coordenadora de Ações Básicas de Saúde da Fundação Municipal de Saúde, Amariles Borba; o secretário municipal de Meio Ambiente; Deocleciano Guedes; a diretora do Hospital de Urgência de Teresina, Clara Leal; e o procurador-geral do Município, José Wilson Ferreira; além de técnicos de vários órgãos municipais.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da prefeitura de Teresina