Presidente do Diretório de Sergipe não irá pedir cassação de Jackson

PTB Notícias 23/10/2007, 8:27


O Diretório Estadual do PTB de Sergipe decidiu nesta semana que não pedirá a cassação do mandato do deputado federal Jackson Barreto, que deixou o partido em abril para ingressar no PMDB.

O presidente do diretório estadual, Gilton Garcia, ressaltou que o partido não tem suplente e se tirasse o mandato de Jackson, contemplaria o ex-deputado federal Jorge Alberto Prado (PMDB), que integrou a coligação pela qual ele foi eleito em 2006, com pouco mais de 100 mil votos.

Barreto considera que os votos não garantiriam a sua eleição.

Ele avalia que foi eleito com os votos da coligação, portanto, entende, o seu mandato não pertenceria ao PTB, mas sim ao PMDB.

Gilton ainda não sabe como vai proceder em relação ao deputado estadual Wanderlê Correia, que também trocou o PTB pelo PMDB, a pedido de Jackson, de quem é amigo pessoal.

“Vamos aguardar as instruções do Tribunal Superior Eleitoral para tomar uma decisão”, afirmou o presidente do PTB sergipano, adiantando que só poderá pedir a cassação do mandato de Wanderlê caso o beneficiado seja um suplente do mesmo partido.

fonte: Agência Nordeste