Presidente do PTB contesta crítica de Clóvis Rossi às inserções do partido

PTB Notícias 19/09/2009, 11:45


Leia abaixo comentários do Presidente Nacional do PTB, Roberto Jeferson, publicados em seu blog na internet ( (http://www.

blogdojefferson.

com/) www.

blogdojefferson.

com) neste sábado (19/9):Medo de quê? 1Durante a semana, quando o país acompanhava a discussão sobre liberdade de expressão na internet durante a votação da reforma eleitoral, uma voz solitária surgiu contra a maré.

O colunista Clóvis Rossi da Folha de S.

Paulo já reclamou dos spams, e-mails recebidos sem o requerimento do dono da caixa, que diz temer que aumentem com a liberdade garantida por lei.

Hoje, a liberdade de expressão (dos outros, é claro) volta a ser tema de sua coluna, na qual resolve atacar as novas inserções nacionais do PTB na televisão.

Erroneamente, o jornalista diz que os “filmetes” são “quase anônimos” acompanhados de “cenas igualmente explícitas de como a liberdade da internet – inevitável e necessária – também pode contribuir para o esculacho”.

As novas inserções chamam os telespectadores a participar de discussões em sites específicos sobre variados temas.

Medo de quê? 2Ora, quem viu os filmes sabe que são do PTB e levantam discussões que há tempos fazem parte da agenda do partido, como o fim do fator previdenciário.

Assim, não pode ser o suposto anonimato – que não existe mesmo para os telespectadores mais desatentos – o que incomoda Rossi.

Sobra, então, a chamada para que todos venham discutir assuntos importantes através da internet, cada vez mais livre e plural, já que o partido abriu sites específicos para os temas apresentados nas inserções.

E nós sabemos que isso pode incomodar, afinal os sites estão bombando e todos os que deles participam o fazem sabendo que a iniciativa é do PTB.

Medo de quê? 3Ora, além dos temas presentes nas novas inserções do partido, sempre defendi a total liberdade de expressão, inclusive, mas não apenas, para os jornalistas.

Mas há na mídia quem tem medo da liberdade de expressão na internet, o que, noves fora zero, significa o fim do monopólio da opinião.

A liberdade de expressão, se não for para todos, não existe.

Esculhambação é chorar sobre o leite derramado, reclamando da pluralidade trazida pela internet irremediavelmente livre e participativa.