Presidente do PTB de Frei Lagonegro (MG) denuncia compra de votos

PTB Notícias 28/11/2012, 19:00


O presidente do diretório do PTB de Frei Lagonegro (MG), Lindinelson José Neto, o Nico, denunciou transferências irregulares de eleitores residentes em Coluna, São José do Jacuri, São Sebastião do Maranhão, Itamarandiba e em outros municípios vizinhos.

“Todas as transferências foram efetuadas com comprovantes de residências falsos, com contratos de compra e venda e guias de IPTU”, declara Nico.

Ele afirma ter gravações de eleitores que transferiram seus títulos para Frei Lagonegro sem, no entanto, possuírem qualquer vínculo com a cidade.

“Estou à disposição do Ministério Público Estadual para levar os oficiais de justiça onde moram todos os eleitores que denunciei”, informa o político, que já formalizou denúncia na Promotoria de Justiça de Peçanha.

“Acrescento ainda que o número de eleitores é de 3.

331, o de habitantes 3.

329 e a maioria dos documentos falsos foram feitos por funcionários da prefeitura.

Assim como eu, presidente do PTB local, a população de Frei Lago Negro espera a manifestação da Justiça e a elucidação dos fatos.

“Coincidência ou má fé?E o presidente do PTB continua a relatar: “este ano somente recebeu a guia de IPTU quem transferiu o título para Frei Lago Negro.

O resultado das eleições foi influenciado com os votos das cidades vizinhas e mesmo assim, o candidato apoiado pela prefeitura só obteve 26 votos de diferença, demonstrando que seria derrotado nas urnas se não utilizasse de meios supostamente ilícitos”.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Folha de Guanhães