Presidente e deputados do PTB defendem que BPC fique fora da reforma da Previdência

Felipe Menezes - 14/03/2019, 18:43

Crédito: Felipe Menezes/PTB Nacional

Imagem

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, os deputados federais e dirigentes do partido se reuniram nesta quinta-feira (14) em Brasília, na sede do Diretório Nacional da sigla, para discutir a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 foi entregue ao Congresso Nacional pelo próprio chefe do Executivo no dia 20 de fevereiro.

O evento, promovido pela Fundação Ivete Vargas (FIV), contou com a participação de José Roberto Ferreira Savoia, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP).

Esse foi o segundo encontro no qual dirigentes da Executiva Nacional e a bancada do PTB na Câmara dos Deputados se reuniram para tratar da Previdência. No primeiro, Savoia ministrou palestra às lideranças petebistas acerca dos problemas do sistema previdenciário brasileiro e das possíveis soluções. No de hoje, Savoia debateu ponto a ponto da proposta da nova Previdência.

Ao final da reunião, Roberto Jefferson disse que o PTB tem preocupação com pontos da PEC, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Ele afirmou que o partido irá defender que esse benefício seja retirado da proposta e que continue funcionando da mesma forma que atualmente. O presidente ressaltou ainda que, caso esse ponto seja mantido ou modificado, o partido votará contra.

“O BPC é, sem dúvida, um item que não vai passar dentro do partido. Esse benefício é um ponto que é muito crítico e a gente vai lutar para tirá-lo da proposta da Previdência”, afirmou o líder do PTB na Câmara, Pedro Lucas Fernandes (MA), corroborando com o presidente Roberto Jefferson.