Presidente Roberto Jefferson empossa nova diretoria do PTB do Acre

Felipe Menezes 30/06/2017, 13:26


Imagem Crédito: Felipe Menezes/PTB Nacional

Em uma reunião marcada por reencontros e sentimentos de amor, esperança, trabalho e união, na intenção de construir dias melhores, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, empossou nesta quinta-feira (29) a empresária e publicitária Charlene Lima como presidente do PTB do Acre. Realizado em Rio Branco, no auditório da Fecomércio-AC, o ato político contou com a participação de cerca de 300 pessoas. Na ocasião, também foram apresentados os novos representantes do partido, que passa a integrar o bloco de oposição ao PT no Estado. O bloco é formado por PPS, PTB e Solidariedade.

Além do presidente Roberto Jefferson, de Charlene Lima e dos atuais membros do PTB acreano, compuseram a mesa da reunião o 1º secretário-geral do PTB, Norberto Martins; a presidente nacional da Juventude do PTB, Graciela Nienov; o deputado Flaviano Melo (PMDB); o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV) no Acre, o ex-deputado Márcio Bittar (PSDB); e os presidentes estaduais do PPS, Aldenor Fernandes, e do Solidariedade, Márcia Bittar. Dirigentes partidários, militantes trabalhistas e lideranças políticas do Estado também estiveram presentes.

Ao manifestar sua relação de admiração e respeito pela história do Acre e pela tradição de seu povo, que “riscou as fronteiras no bico da lança e na ponta do facão”, o presidente Roberto Jefferson ressaltou que conheceu Charlene Lima e a jornalista Wânia Pinheiro (tesoureira do PTB-AC) por meio do ex-deputado Márcio Bittar. De acordo com o líder trabalhista, foi “amor à primeira vista”.

“Quando ouvi a Charlene falar, a maneira de trabalhar, de ser, de desempenhar sua vida empresarial, pensei: ‘essa mulher tem valor, é fera, tem garra. E a Wânia também é outra guerreira’. Então avalizei o PTB daqui a elas. Tenho certeza que será um sucesso o partido na gestão de vocês. É o feeling, aquela emanação que a gente percebe: vai dar certo. Desejo a vocês sucesso”, disse Roberto Jefferson, prevendo o fortalecimento do partido no Acre.

O líder trabalhista afirmou também que o PTB não se furtará, pacifica e equilibradamente, a construir uma aliança em prol do Acre, “um Estado de gente de luzes, de feitos heroicos e de inteligência aguda”. Roberto Jefferson disse, no entanto, que “não viemos aqui para exorcizar no chicote esse Estado heroico dos demônios que possam a ter tomado esse corpo”. Segundo ele, “será no voto, na via democrática, e na união de todos”. Para Jefferson, é preciso apostar nas lideranças que somem e multipliquem os valores da nação acreana e brasileira.

“A vitória tem que ser construída entre os que sabem conviver com os desiguais e superando pela palavra, pela democracia, a diferença. Eu fui chamado à luta e não me furtei de lutar, mas entendo que na política a briga é a última etapa de uma tentativa de conciliação permanente. Briguei, lutei, tive que colocar a faca nos dentes e o machado na mão, não me arrependo de tê-lo feito, mas é o momento de guardar esses instrumentos e assistir a essa lição que o Acre me dá hoje para levar aos meus companheiros de todo o Brasil: a unidade de várias correntes partidárias, de vários pensamentos partidários, de vários homens e mulheres que, amando o Acre, amam o Brasil”, concluiu o presidente do PTB.

Causa

Fazendo um agradecimento aos presentes e em especial à família e ao presidente Roberto Jefferson, por prestigiar o evento, Charlene Lima destacou que a política sempre fez parte da vida dela, mas sua atuação, entretanto, era nos bastidores. A presidente do PTB acreano contou que o que a motivou a ir para a linha de frente foi por causa de um câncer de mama, em 2013.

“Queria trabalhar mais o lado social, me dedicar mais ainda à população, pois eu tinha muito o que agradecer. E é muito gratificante estar perto das pessoas, isso é o que me move”, afirmou. “Por meio da política é que a gente consegue mudar a nossa cidade, o nosso Estado e país”, acrescentou.

Ainda em seu pronunciamento, Charlene Lima destacou que o PTB agora é sua “causa”. A dirigente adiantou que a nova diretoria do partido vai viajar todos os municípios do Acre, levando a bandeira do PTB e convidando a sociedade para participar da política e das atividades partidárias.

“Não adianta ficar de braços cruzados e criticando, é preciso tomar partido. E eu sou PTB. Conto com o apoio de todos vocês, pois sei que não estou sozinha, e espero poder representá-los. O casamento será longo e, agora, todos vão ouvir muito sobre o partido. O PTB chegou no Acre”, encerrou.

Importância e diferença

O ex-deputado Márcio Bittar (PSDB) cumprimentou a nova diretoria do PTB do Acre, e salientou que Charlene Lima e Wânia Pinheiro assumem “um partido que tem uma das histórias mais longas no Brasil”.

Ainda no breve pronunciamento, o ex-parlamentar tucano agradeceu a presença de Roberto Jefferson no solo acreano e garantiu ao líder trabalhista que o novo PTB do Acre dará orgulho à Direção Nacional da legenda. Bittar também falou sobre propostas voltadas para o crescimento do Estado.

A presidente nacional da JPTB, Graciela Nienov, também parabenizou Charlene e os demais membros do PTB-AC. Ao desejar boa sorte à nova diretoria, pediu aos correligionários que trabalhem arduamente para que o partido se fortaleça no Estado, “fazendo a diferença na vida das pessoas”.

Na ocasião, Graciela Nienov enalteceu a força, a dedicação e a sensibilidade das mulheres. Os presentes eram, na maioria, mulheres. “Vocês são exemplos de vida e nos dão muito orgulho”, disse. A líder do movimento jovem enfatizou ainda a pujança da história de lutas e conquistas do PTB, que, de acordo com Graciela, “teve e tem representantes que fizeram história no país”, como Getúlio Vargas e Roberto Jefferson.

Homenagem

Um dos momentos marcantes do evento foi a homenagem feita aos fundadores do PTB do Acre. Na ocasião, o deputado Flaviano Melo recebeu de Roberto Jefferson e Charlene Lima uma comenda em nome de Raimundo Hermínio de Melo, seu pai e um dos fundadores do partido no Estado.

“Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida, pois convivi pouco com meu pai”, disse Flaviano, citando os nomes dos primeiros filiados, entre os quais aparecem os ex-governadores Oscar Passos e José Augusto de Araújo.

Sena Madureira

Na sexta-feira (30), Roberto Jefferson visitou Sena Madureira, terra natal de Charlene Lima e Wânia Pinheiro, para participar, na Câmara Municipal, de um ato político com a nova direção estadual da legenda.

À população, o líder trabalhista apresentou Charlene Lima como a nova presidente do PTB do Acre e os demais membros. Ao fim do encontro, Jefferson e Charlene entregaram uma homenagem ao presidente municipal do partido, Antônio Bandeira Apolinário.

Estiveram presentes o 1º secretário-geral do PTB, Norberto Martins, a presidente nacional da JPTB, Graciela Nienov, o ex-deputado Márcio Bittar (PSDB), a presidente estadual do Solidariedade, Márcia Bittar, o coronel Ulysses Araújo, militantes trabalhistas e diversas lideranças políticas.