Presidente Roberto Jefferson participa de entrega de comenda ao ministro Ronaldo Nogueira

Felipe Menezes 12/08/2016, 11:55


Imagem Crédito: Neto Sousa/PTB Nacional

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1471014259973{margin-bottom: 0px !important;}”]O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, participou nesta quinta-feira (11) da entrega da comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau Grã-Cruz, ao ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. A honraria é conferida, anualmente, pelo Tribunal Superior do Trabalho. Ronaldo recebeu a medalha das mãos do presidente do TST, ministro Ives Gandra Martins Filho. O primeiro-secretário do PTB, Norberto Martins, esteve presente na solenidade, ocorrida na sede do tribunal.

Instituída em 1970, a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho destina-se a agraciar personalidades civis e militares, nacionais ou estrangeiras, que tenham se distinguido no exercício de suas profissões e se constituído em exemplo para a coletividade, bem como as pessoas que, de qualquer modo, hajam contribuído para o engrandecimento do país, internamente ou no exterior, da Justiça do Trabalho ou de qualquer ramo do Poder Judiciário, do Ministério Público ou da advocacia. São agraciados, ainda, representantes de instituições civis e militares.

O grau Grã-Cruz é destinado a vice-presidente da República, ao presidente da Câmara dos Deputados, a ministros de Estados, presidentes de tribunais superiores, governadores, embaixadores estrangeiros e a outras personalidades de hierarquia equivalente.

O presidente Roberto Jefferson parabenizou Ronaldo Nogueira e disse que o PTB sente-se honrado por um dos quadros do partido receber uma honraria de tão relevância como a conferida pelo TST. Classificando Nogueira como um homem “humilde, trabalhador, honrado, dedicado, e que vem engrandecendo o nome do PTB”, Jefferson destacou ainda o trabalho que o petebista gaúcho vem desempenhando à frente do Ministério do Trabalho.

“O PTB confia no comprometimento de Ronaldo Nogueira pela reconstrução do Brasil e pela retomada do crescimento”, destacou o presidente. “Essa comenda da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho só reforça o dever e o empenho do ministro e do partido de não deixar mexer nos direitos do trabalhador e, sobretudo, de que não medimos esforços para fazer com que o país recupere a credibilidade, a estabilidade e volte a movimentar o mercado de trabalho, para voltarmos a gerar emprego e renda”, disse.

Em entrevista à Agência Trabalhista de Notícias, Ronaldo Nogueira de Oliveira lembrou do início de sua trajetória política. Filiado ao PTB desde 1992, foi quatro vezes consecutivas vereador de Carazinho (RS) e exerceu os cargos de secretário municipal de Habitação e Assistência Social e de Obras e Serviços Urbanos, de diretor do Departamento de Transportes do Estado do Rio Grande do Sul (DTERS) e de diretor-presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS). É formado em Administração de Empresas, está em seu segundo mandato como deputado federal e desde de maio deste ano é o titular do Ministério do Trabalho do governo do presidente Michel Temer.

“É uma responsabilidade estar na pasta do Trabalho, principalmente porque já foi ocupada [de 1953 a 1954] por João Goulart, trabalhista do PTB. A legislação trabalhista foi consolidada por Getúlio Vargas, patrono do nosso partido. Agora nós estamos vivendo numa outra realidade, quando precisamos combater o desemprego. São mais de 11 milhões de brasileiros que procuram uma oportunidade de trabalho e não tem. Portanto, o reconhecimento da comenda recai sobre os nossos ombros, é uma responsabilidade muito grande de cumprir tudo aquilo que é o objetivo principal do Estatuto e do Programa do PTB, que é o de oferecer ao cidadão brasileiro uma oportunidade de trabalho. Porque a maior justiça social é dinheiro no bolso do trabalhador. E isso acontece por meio do emprego”, ressaltou o ministro.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]