Presidente Roberto Jefferson sanciona criação do Movimento Cristão

PTB Notícias 14/05/2021, 19:38


Imagem

O Partido Trabalhista Brasileiro desenvolve  mais uma medida para fortalecer seu legado cristão. Na manhã desta sexta-feira, 14 de maio, foi oficialmente criado o Movimento Cristão, novo braço do PTB. O evento foi sediado no diretório nacional do partido, localizado em Brasília. A iniciativa será coordenada pelo Pastor Joel Serra e por Padre Kelmon, da Igreja Ortodoxa Malankara, com o objetivo de unir católicos e evangélicos na fé.

O momento foi marcado por muita comoção e fé. O Presidente Nacional da Sigla, Roberto Jefferson, apresentou a elaboração de um estudo que está sendo realizado pela equipe de planejamento e estratégia do PTB, com sua participação, sobre o Trabalhismo Cristão Brasileiro. Jefferson reafirma que possui um sonho, o de construir um indestrutível partido cristão. O líder ainda enfatizou a importância das virtudes cristãs que estão interligadas com os valores sociais a fim de promover um bem comum. 

Entre metáforas, o presidente demonstrou a importância da presença de Deus e da fé em todos os espaços e, primordialmente, na política. “Onde não há a luz de Deus, as sementes não germinam”, afirmou. Em referência ao trabalho a ser desenvolvido por Padre Kelmon e o Pastor Joel no Movimento Cristão, diz: “Nós precisamos de vocês para educar a juventude”. 

A leoa petebista Vice-Presidente Nacional do PTB e Presidente Nacional do PTB Mulher, Graciela Nienov, representou o movimento feminino da agremiação e destacou o orgulho que sente da história do partido e, principalmente, sua recente renovação. “O PTB entendeu o significado que Deus tem em nossas vidas”, relatou Nienov.

O Pastor Gamonal, presidente municipal em Juiz de Fora, fez uma oração pelos presentes. Logo após, com a palavra, Padre Kelmon, da Igreja Ortodoxa Malankara, reforçou que os cristãos precisam de unidade. Para ele, o Movimento é uma resposta à falta de valores da sociedade atual. “A unidade cristã vai ser a única força capaz de combater o comunismo e o socialismo”, enfatiza. 

Com pesar, o sacerdote reitera que não é fácil ser cistão no século XXI e lembrou da perseguição que colegas de fé estão sofrendo por todo o mundo. Por essa razão, é de suma importância o trabalho que irão desenvolver para cuidar, principalmente, da juventude brasileira. 

Representando os evangélicos, Pastor Joel Serra, do Rio de Janeiro, diz que não podemos nos dobrar, pois não estamos aqui pelos dogmas, estamos pela cruz de Cristo para refundar a nação a partir de seus fundamentos e passar o legado para a próxima geração. “A nossa base não é filosófica nem teórica, porque o conservadorismo não é uma ideologia, é um estado de espírito”, destacou em seu momento de fala.