Programa do PTB traz debate sobre equívocos do dia a dia

PTB Notícias 29/06/2007, 13:01


O Partido Trabalhista Brasileiro apresentou na noite da última quinta-feira, 28, em rede nacional de rádio e televisão, o seu programa de propaganda partidária.

Com duração total de 10 minutos, o PTB abriu o programa com um clipe musical que apresentou para todo o país o novo jingle do partido, “Muda Brasil com o PTB”, composição do deputado e cantor Frank Aguiar, do PTB de São Paulo.

Na música, Frank Aguiar fala das conquistas e direitos do trabalhador e da importância histórica do partido na luta pela manutenção desses direitos.

Após o clipe, o programa foi aberto pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, que deu o tom inicial dos temas que o partido apresentaria no programa, como os equívocos do dia a dia que prejudicam a população brasileira, como a questão das condições de trabalho da população, da política externa do governo, ecologia e aquecimento global, influência chavista no governo Lula, apagão aéreo, entre outros.

Roberto Jefferson convida a população a participar do debate proposto pelo partido, inclusive acessando o site do PTB e mandando comentários, críticas e sugestões.

O presidente do MJT, Anderson Xavier, é o primeiro a falar no programa.

Leia abaixo a seqüência das participações dos petebistas no programa:Anderson Xavier, presidente do Movimento da Juventude Trabalhista (MJT):”Se não prestarmos atenção, ainda vão fazer outra reforma e cobrar mais esta conta do trabalhador.

Com isso, a cada modificação, os jovens que chegam ao mercado de trabalho encontram menos vagas e menores salários”Dilzon Melo, secretário de Desenvolvimento Regional do governo de Minas:”O PTB, preocupado com as questões trabalhistas, realizou em fevereiro deste ano o Congresso Trabalhista Brasileiro.

Centenas de trabalhistas, reunidos em Brasília, debateram exaustivamente as nossas relações de trabalho e a situação da previdência social”.

Jovair Arantes, deputado federal e Líder do PTB na Câmara:”Uma das principais decisões tomadas no nosso Congresso Trabalhista foi a de que qualquer mudança na Previdência Social e na CLT só podem ocorrer com consulta popular.

Entendemos que o debate é muito importante, mas ressaltamos: queremos a discussão pública, e qualquer alteração na lei, somente após a consulta popular”.

Roberto Jefferson, presidente nacional do partido:”A preocupação do brasileiro com o meio ambiente é resultado de um debate internamente proposto entre nós”.

Campos Machado, deputado estadual de São Paulo: “O Brasil tem patrimônios ecológicos sem igual, como a Mata Atlântica.

O maior de todos é sem dúvida a Amazônia.

O Ibama, que deveria ser o maior responsável pelo meio ambiente, acaba sendo o principal culpado por todos os problemas nesta área.

Será que é por má vontade do Ibama que as licenças ambientais estão todas paradas? Como é o caso do Rodoanel? Recentemente o jornal Estado de S.

Paulo publicou matéria afirmando que o pessoal do Ibama tem suas decisões questionadas na Justiça.

Para se defender, eles tem que usar seus próprios recursos, prejudicando suas famílias por ter que pagar advogados.

Fica fácil entender agora porque ninguém quer dar licença.

O PTB tem um compromisso permanente com a causa ambiental, de forma prática e inteligente”.

Roberto Jefferson:”O Brasil precisa saber gerir e proteger a Amazônia, observando principalmente as necessidades de nossa gente.

“Mozarildo Cavalcanti, senador pelo PTB de Roraima: “O que a nossa região precisa é de mais investimentos do governo federal para melhorar a vida dos 25 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia”.

Eduardo Seabra, presidente da Fundação e Instituto Getúlio Vargas:”Para isso, é necessário promover a geração de atividade econômica, que garanta a sobrevivência dos amazônidas a partir da utilização dos recursos naturais da região de forma sustentável.

Mais do que preservar, é fundamental conservar.

“Roberto Jefferson: “O nosso Brasil saiu na frente no debate dos problemas ambientais.

Temos que insistir, assumir o nosso papel, liderar esse movimento internacional.

“Fernando Collor, senador pelo PTB de Alagoas: “O Brasil é um dos quatro maiores causadores do aquecimento global.

Somente as queimadas da Floresta Amazônica despejam por ano 200 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera.

O restante do Brasil, 80 milhões.

Temos que nos adaptar a esta nova realidade.

Diminuir o ritmo da destruição do planeta”.

Cristiane Brasil, presidente do PTB Mulher: “Em 1992, o Rio de Janeiro sediou o maior encontro já realizado no mundo com preocupação ambiental.

162 chefes de Estado se encontraram aqui para lançar as bases do que depois no Japão se transformaria no Protocolo de Kyoto”.

Fernando Collor: “A realização em 2012 da Rio+20, proposta apresentada por mim, subscrita por vários senadores, foi levada ao presidente Lula, que a encaminhou pessoalmente aos integrantes do G8 e à ONU, e poderá ser esta a oportunidade de termos um novo instrumento eficaz e ambientalmente responsável para substituir o Protocolo de Kyoto”.

Roberto Jefferson: “Equivocada, nossa diplomacia está atrelada a atitudes resistentes.

Hugo Chavez investiu 25 bilhões de petrodólares, influenciando outros países latinos, uma interferência no processo democrático de outras nações, financiando candidatos comprometidos com os seus delírios ditatoriais”.

Cristiane Brasil: “Na Bolívia, Evo Morales assumiu o poder provavelmente com financiamento chavista.

Nossos interesses começam a ir pelos ares.

Primeiro o preço do gás exportado para o Brasil foi alterado unilateralmente.

A Petrobras teve suas operações e instalações expropriadas, equívocos esses que dão margem a outras atitudes do gênero.

É o caso do Paraguai, que já começa a se assanhar sobre o preço da energia elétrica de Itaipu.

Resta saber o que mais vem por aí.

“Roberto Jefferson: “Fizemos uma espécie de jogo dos sete erros.

São questões fundamentais.

O aprofundamento destes temas pedem a sua participação.

Acesse a nossa página na Internet (http://www.

ptb.

org.

br/) www.

ptb.

org.

br e participe do debate.

Frank Aguiar, obrigado pela música, pelo carinho com o PTB.

“Frank Aguiar, deputado federal pelo PTB de São Paulo:”Falar do PTB não é difícil.

Porque o PTB é um partido histórico.

Por isso eu e meu parceiro Lázaro do Piauí não tivemos a menor dificuldade de fazer este jingle que vocês vão assistir aí.

“(Confira abaixo a letra do jingle composto por Frank Aguiar e Lázaro do Piauí para o programa do PTB”)”O trabalhador brasileiro em primeiro lugarÈ o nosso objetivo maior, a nossa razão de lutarO PTB não acha direito ver você perder o que você ganhouO PTB tem muito respeito,Por tudo que você conquistou, quer ver?Seu décimo terceiro, o PTB quer ver crescerO 14 é o trabalho,PTB é cara do nosso Brasil, O povo brasileiro é o filho que o nosso partido assumiuMuda Brasil, que eu quero ver,Muda Brasil, com o PTBMuda Brasil, que eu quero ver, Muda Brasil, com o PTBO seu aviso prévio, férias e vales que você ganhou, Auxílio-maternidade são direitos que você conquistouÉ meta do PTB também combater o aquecimento globalProteger nossa água potável, nosso grande manancial.

O PTB é de luta, o PTB não vai parar, O PTB vai ser mais feliz quando nosso país de cara nova ficarMuda Brasil, que eu quero ver,Muda Brasil, com o PTBMuda Brasil, que eu quero ver, Muda Brasil, com o PTB” O presidente Roberto Jefferson volta no final para o encerramento do programa: “O PTB vai continuar discutindo o Brasil com você.

Obrigado pela sua atenção, muito obrigado”.

Em breve o programa estará disponível no Portal do PTB.

Agência Trabalhista de Notícias