Projeto de Antonio Luiz Neto visa adequar entrada de edificações para ambulâncias

Agência Trabalhista de Notícias 19/07/2019, 10:33


Imagem Crédito: Divulgação

Uma proposta do vereador Antonio Luiz Neto (PTB) pode estabelecer medidas mínimas obrigatórias para a entrada e a saída das edificações do Recife (PE). A iniciativa – que propõe altura e largura mínimas de 4,5 metros e 4 metros, respectivamente – visa possibilitar o ingresso de ambulâncias e viaturas do Corpo de Bombeiros nesses locais. Caso seja aprovado, o projeto de lei 170/2019 vai afetar tanto os novos empreendimentos como aqueles que já foram construídos com acesso recuado ou arruamento para a entrada de veículos.

De acordo com o texto, os alvos da medida são condomínios residenciais e comerciais, prédios comerciais e indústrias. Os imóveis que já possuam alvará de funcionamento terão um prazo de 12 meses para se adequar à nova lei, caso ela entre em vigor. Para Antonio Luiz Neto, o projeto visa sanar um problema que ocorre todos os dias na capital pernambucana.

“São diárias as muitas ocorrências nas quais pacientes e vítimas são atendidas tardiamente e ficam expostas à observação pública nas ruas, muitas vezes sob o calor do sol e das águas de chuvas ou mesmo da poluição sonora e do ar, devido à impossibilidade dos carros de socorro ingressarem no recinto pela falta de largura ou altura nos acessos”, justifica o vereador.

Com informações da Câmara Municipal de Recife