Projeto de petebista obriga bares a expor frase “Se beber, não dirija”

PTB Notícias 1/04/2009, 15:36


Os vereadores de São Paulo aprovaram nesta terça-feira (31/03), em primeira votação, um projeto de lei de autoria do petebista Adilson Amadeu que obrigará os donos de bares e restaurantes a divulgar a frase “Se beber, não dirija”, em panfletos, cardápios e propagandas dentro dos estabelecimentos.

A regra também vale para as casas de eventos.

“A pessoa vai jantar, bebe, fica alegre e não sabe o que vai acontecer.

É importante que a pessoa leia desde o cardápio até no guardanapo.

No guardanapo é bom ter a inscrição, porque a pessoa usa muito”, afirmou Amadeu.

Ele acredita que o projeto será aprovado por unanimidade também na segunda votação e entrar em vigor dentro de 45 dias.

O comerciante que desobedecer a lei ficará sujeito a multa de R$ 2 mil, valor que pode ser aplicado em dobro caso haja reincidência.

A lei determina que a Prefeitura de São Paulo terá 90 dias após a aprovação para regulamentar como será o cumrpimento das novas regras.

Ainda de acordo com a lei, o comerciante deve colocar a frase em destaque nos locais determinados.

O Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo informou, por meio da assessoria de imprensa, que apóia qualquer iniciativa ‘em favor da proteção à vida.

‘Agência Trabalhista de Notícias (com informações do G1)