Projeto de Wilson Filho prevê incentivos para doadores de sangue

PTB Notícias 10/03/2016, 8:05


Está pronto para ser votado na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados projeto do deputado Wilson Filho (PTB-PB) que cria uma série de incentivos para a doação voluntária de sangue.

O objetivo é aumentar o número de doadores e superar a carência de sangue nos serviços de saúde em todo o Brasil.

Pela proposta ( (http://www.

camara.

gov.

br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=517505) PL 2137/11), o doador de sangue ficará isento do pagamento de taxas de inscrição em concursos públicos e em vestibulares de instituições públicas de ensino; e de taxas de exames e provas para registro em conselhos ou outras entidades de fiscalização do exercício profissional.

“Eu, particularmente, já perdi uma avó, porque não tínhamos aquele tipo de sangue determinado.

Por mais que os brasileiros sejam generosos em relação a doações de sangue, a quantidade doada não chega nem perto da necessária no dia a dia em todos os hospitais, em todos os hemocentros do Brasil”, destaca Wilson Filho.

De acordo com o projeto, o doador de sangue que for funcionário público terá acrescido um dia em suas férias para cada doação realizada.

Já o empregado regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) poderá deixar de comparecer ao trabalho por um dia, sem perda salarial, para cada doação voluntária de sangue devidamente comprovada.

Além disso, a proposta prevê que o condenado que cumpre pena em regime fechado ou semiaberto que for doador de sangue poderá diminuir o tempo de execução da sua pena na razão de um dia de pena para cada doação realizada.

“Esse tipo de estímulo à doação é uma realidade que já ocorre em outros países.

Se acontecesse no Brasil também, com certeza, salvaríamos muitas vidas”, diz Wilson Filho.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: Lucio Bernardo Jr.

/Câmara dos Deputados