Projeto de Zambiasi concede incentivos para produtores que substituírem tabaco por outras culturas

PTB Notícias 18/09/2006, 9:49


Um projeto do senador Sérgio Zambiasi, do PTB do Rio Grande do Sul, e que está em tramitação na Câmara dos Deputados, concede incentivos para os produtores que substituírem o tabaco por outras culturas.

Segundo a proposta de Zambiasi, quem desistir do plantio de fumo terá prioridade no acesso ao crédito rural com taxas de juros próximas de zero.

Hoje, o mesmo incentivo contempla os proprietários que preservam a cobertura florestal nativa, os praticantes de pesca artesanal e os produtores de sementes básicas.

A proposta do senador procura enquadrar o Brasil na Convenção para o Controle do Tabaco, que o país assinou com a Organização Mundial da Saúde.

O deputado Amauri Gasques, que teve projeto semelhante rejeitado nas comissões da Câmara, é otimista, mas alerta que o lobby do fumo está atuante no Congresso.

O parlamentar do PL paulista diz que a cultura do tabaco emprega cerca de duzentas mil pessoas no Rio Grande do Sul, mas lembra que os custos do cigarros são bem maiores para o país.

“Eu congratulo o senador Zambiasi, por ser do Rio Grande do Sul, conhecer a problemática que é existir uma indústria que gera empregos.

.

.

Mas ele sabe muito bem que gera mais, muito mais mortes, gera muito mais desgraças do que propriamente recursos.

O país sentirá realmente uma diferença muito grande e será, hoje, um dos países que vão se destacar com a aprovação deste projeto, se Deus quiser, do nosso senador.

“O deputado Amauri Gasques lembra que o cigarro é a maior causa de morte evitável em todo o mundo.

Citando dados da OMS, o parlamentar do PL paulista informa que morre um fumante a cada 10 segundos no planeta.

No Brasil, há quase 40 milhões de fumantes – 200 mil morrem por ano no país.

O projeto de Zambiasi – que não precisa ser aprovado pelo plenário – será votado em 3 comissões: Agricultura, Finanças e Tributação e Constituição e Justiça.