Proposta de Campos Machado prevê iniciativas de combate ao coronavírus

Agência Trabalhista de Notícias 17/06/2020, 8:50


Imagem Crédito: Divulgação/Assessoria

A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou, em sessão extraordinária em ambiente virtual na terça-feira (16), o Projeto de Lei 350/2020, uma construção coletiva dos parlamentares, com várias medidas efetivas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

A votação ocorreu após o deputado Campos Machado, secretário-geral do PTB e presidente do partido em São Paulo, requerer celeridade no processo legislativo, propondo, ainda, a substituição do voto individual de cada parlamentar pelo sufrágio coletivo.

Campos retirou todas as 15 emendas à proposta original, com o objetivo de ensejar que esse novo marco legal, de vital importância para a população do Estado de São Paulo, fosse aprovado o mais rapidamente possível.

O projeto segue para a apreciação e sanção do governador João Doria.

Programa Tamo Junto

O programa “Tamo Junto”, de autoria de Campos Machado, foi uma das propostas eleitas pelos deputados para integrar o PL 350.

Pela medida, o servidor poderá, voluntariamente, doar até 10% do seu salário para o custeio de equipamentos e ações voltadas ao combate ao coronavírus. A contribuição, de acordo com o texto, terá duração até dezembro deste ano e poderá ser suspensa a qualquer momento por vontade do servidor.

Com informações da Assembleia Legislativa de São Paulo  e da assessoria do deputado Campos Machado (PTB-SP)