Prudente tem plano para enfretamento de epidemias de dengue elogiado

PTB Notícias 5/11/2011, 9:18


A Secretaria Municipal de Saúde de Presidente Prudente (SP), cidade administrada por Paulo César Neme (PTB), por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM), teve seu plano de contingência para enfretamento de epidemias de dengue elogiado nesta sexta-feira (04/11), durante sua apresentação na Oficina Macrorregional da Dengue, em São José do Rio Preto.

O documento, elaborado por profissionais que atuam no órgão a partir da segunda quinzena de outubro deste ano, já havia sido aprovado ontem (03/11) pelo Colegiado da Alta Sorocabana (reúne 19 municípios), nas dependências do Departamento Regional de Saúde (DRS-11).

Hoje, no noroeste paulista, o plano foi avaliado como “bem elaborado” por representantes da DRS-11, da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD) – órgão da Secretaria de Estado da Saúde –, pelas equipes Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária também do Estado, além do Instituto Adolpho Lutz (IAL).

Conforme a coordenadora da VEM, Vânia Maria Alves Silva, o plano consiste numa planilha de diagnóstico sobre a situação das ações de prevenção e controle da dengue no município.

Ainda de acordo com ela, serve na verdade como um respaldo, “uma carta na manga” caso Prudente venha a sofrer no próximo verão epidemia da doença transmitida pelo Aedes Aegypti.

Ele é composto de cinco eixos, sendo eles “Vigilância Epidemiológica”, “Vigilância Sanitária”, “Controle de Vetor e Vigilância Entomológica”, “Assistência”, e “Comunicação, Educação em Saúde e Mobilização Social”.

“Com ele [plano] em mãos, se tivermos uma situação de epidemia, já teremos respaldadas todas as ações e providências a serem tomadas.

A nossa participação de hoje era para realmente finalizarmos o documento, mas como fomos orientados a acertar apenas pequenos detalhes, vamos fazer estes ajustes para encaminharmos tão logo à Coordenadoria de Controle de Doenças”, explica.

O encaminhamento para o Estado é importante porque ao estar incluída na relação das cidades prioritárias, Prudente pode ser contemplada com incentivo financeiro para qualificação das ações de prevenção e controle da dengue, conforme previsto na Portaria nº 2.

557, de 28 de Julho de 2011.

Nela, o Ministério da Saúde institui esse tipo de repasse no Piso Variável de Vigilância e Promoção da Saúde (PVVPS) do Componente de Vigilância e Promoção da Saúde.

“Na segunda-feira, estaremos apresentando o plano já ajustado ao doutor Sérgio [Luiz Cordeiro de Andrade – secretário municipal de Saúde].

Posteriormente, nossa intenção também é apresentá-lo ao Conselho Municipal de Saúde”, encerra.

Além da coordenadora da VEM, viajaram hoje a Rio Preto a educadora de saúde Elaine Bertacco, o representante do Departamento de Controle de vetores do município, Dorival da Silva, e Daniel Eduardo Lima Gulin, representando a Vigilância Sanitária.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal da Prefeitura de Presidente Prudente