PTB de MS fará chapa única de deputados nas eleições 2014, diz Louzada

PTB Notícias 25/01/2013, 8:51


O presidente estadual do PTB do Mato Grosso do Sul, Ivan Louzada, afirmou, por meio de sua assessoria, que o partido não tem preferência por candidaturas nas eleições de 2014 e que não fará coligação na disputa por vagas na Assembleia Legislativa.

“A preocupação é com o partido.

Tenho que cuidar do PTB e vamos fazer uma chapa com candidatos a deputado só do partido”, esclarece o presidente.

A explicação para a decisão, de acordo com o partido, seria as constantes derrotas que o PMDB vem sofrendo durante os últimos anos.

Para o PTB, a falta de consenso do PMDB na escolha entre Nelsinho Trad e Simone Tebet, como candidatos ao governo, tem diminuído as chances de o partido eleger um sucessor de André Puccinelli.

“Nelsinho, Simone e o André têm que falar uma língua só.

A aliança depende da união do próprio PMDB.

Eles hoje vivem com o mesmo problema que prejudicou o PT em duas eleições para o Governo.

Tem que primeiro arrumar a casa, para depois acertar com outros partidos políticos”, opina Louzada.

O presidente do PTB ainda lembrou o desgaste sofrido pelo PMDB com a derrota a derrota do PR na eleição da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul).

O prefeito de Costa Rica, Waldeli Rosa, do PR, bastante ligado ao PMDB, perdeu a eleição para Douglas Figueiredo do PSDB.

O PMDB também perdeu a administração da Capital do Estado na última eleição municipal.

O candidato a sucessor de Nelsinho Trad, Edson Giroto, chegou a ir para o segundo turno, mas foi derrotado no pleito eleitoral por Alcides Bernal do PP.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do portal Capital News