PTB de São Caetano filia novos membros de olho nas eleições municipais

PTB Notícias 4/07/2007, 11:03


Fortalecer o nome do PTB em São Caetano e garantir a permanência da legenda nos poderes executivo e legislativo da cidade foram alguns dos objetivos do Movimento de Filiação do PTB, realizado nesta segunda-feira (02/07) pelo diretório municipal do partido.

Entre as mais novas peças no tabuleiro petebista estão o vereador Ângelo Pavin e o ex-jogador de futebol Serginho Bernardino, mais conhecido como Serginho Chulapa.

O evento contou com a presença do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB/SP), do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) e do deputado estadual Campos Machado, presidente estadual da legenda.

“Estamos com um projeto de recuperar o prestígio do PTB na região do ABC.

Em São Caetano temos história, primeiro com o ex-prefeito Tortorello e agora com o Auricchio, que é candidatíssimo à reeleição”, disse Campos Machado.

De acordo com o presidente, a legenda deve lançar nomes em todas as cidades do ABC.

“Em Santo André, temos o vereador Aidan Ravin, que é uma terceira via totalmente viável.

Já em São Bernardo, devemos fazer parte da chapa majoritária, até um vice-prefeito.

Nas demais cidades também teremos nomes nas eleições de 2008.

Não aceitaremos mais ser vagão, seremos locomotiva”, avisa Campos Machado.

Para o presidente da sigla na cidade, Altevir Vargas Anhê, as discussões para lançar nomes ao pleito ainda estão começando.

Os novos filiados marcam os primeiros movimentos em direção à corrida eleitoral.

“Obviamente estamos satisfeitos com os rumos do PTB, que é um partido muito forte em São Caetano.

A vinda do Pavin é excelente, irá contribuir muito.

O Serginho Chulapa também irá trazer uma identificação com o esporte muito grande”, afirma.

Nem mesmo a notícia de que Auricchio terá de disputar a cadeira de prefeito com o irmão do ex-prefeito Luiz Tortorello, Jaime Tortorello (PT), parece desanimar os petebistas.

“Temos condições de ganhar essas eleições.

O PT é o espelho do que está acontecendo no Brasil, é fruto de seu próprio descrédito”, completa Anhê.

Segundo ele, foram filiados 500 novos militantes durante o evento.

O PTB de São Caetano já possuía 1,5 mil integrantes.

O vereador Ângelo Pavin explicou que seu ingresso no PTB foi um convite do prefeito.

“O Auricchio me convidou e não pude me furtar.

É um grande partido, acho que todos os vereadores da cidade já tiveram vontade de fazer parte dele.

O objetivo agora é deixar as minhas próprias aspirações políticas e trabalhar para a reeleição de Auricchio”.

Perguntado se o convite viria acompanhado de um possível cargo em alguma secretaria municipal, caso Auricchio se reeleja, Pavin não negou a possibilidade.

“Se o convite para assumir uma secretaria surgir, por que não?”, disse.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Repórter Diário)