PTB debaterá “Plano PB de Desenvolvimento – em sintonia com as lutas

PTB Notícias 23/11/2013, 6:40


O projeto de alternativa econômica com que o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) vem circulando em todas as regiões do estado da Paraíba, denominado de “Plano Paraíba de Desenvolvimento – em sintonia com as lutas sociais”, será debatido, no próximo dia 14 de dezembro, na cidade de Monteiro, no Cariri, já em sua 4ª edição.

Segundo o presidente estadual do partido, ex-senador Wilson Santiago, o evento debaterá, com base em estudos e pesquisas já realizados acerca dos aspectos socioeconômicos da região, as condições de vida da população e as potencialidades produtivas locais, com o objetivo de buscar alternativas para o mercado de trabalho de cada setor da economia, de forma a ampliar as oportunidades de emprego e renda da sociedade, propiciando incremento ao poder aquisitivo em cada município.

A programação do evento está sendo costurada por esforço conjunto da assessoria do Diretório estadual do PTB, com efetiva participação de Wilson Santiago e outros dirigentes da legenda, bem como do presidente da Executiva municipal de Monteiro, empresário e líder político Juraci Conrado.

Como já vem ocorrendo em outras regiões do estado – a exemplo de Itaporanga, Guarabira e Cajazeiras -, questões de natureza política não fogem, evidentemente, dão script dessas discussões.

São ocasiões em que, não apenas filiados e simpatizantes do PTB, mas segmentos importantes da sociedade paraibana demonstram interesse em participar, até mesmo, do processo doutrinário da legenda , ainda alimentado e cada vez mais secundado no ideário trabalhista da Era Vargas.

“Estamos fazendo escola política, na Paraíba, introjetando, sobretudo na juventude, uma outra cultura de mentalidade, com o fim de construirmos quadros políticos que se coadunem, doravante, com os fatos e exigências sociais do futuro”, enfatiza o ex-senador Paraíba, que diz lutar, com critério e parcimônia, para enfeixar chapa majoritária que concorre às Eleições paraibanas de 2014.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal PB Agora