PTB do Rio Grande do Sul realiza convenção e elege Lara como presidente

PTB Notícias 21/12/2008, 8:20


Vislumbrando um amplo entendimento entre siglas para a disputa ao governo do Estado do Rio Grande do Sul em 2010 e o crescimento de suas bancadas estadual e federal, o PTB gaúcho realizou, na manhã do último sábado (20/12), a convenção estadual que escolheu seu novo diretório e a nova executiva para o triênio 2009-2011.

Na ocasião, foi eleita chapa única composta por 99 nomes e 33 suplentes, mais os 11 delegados à convenção nacional e foi consolidada a nova executiva estadual, que terá o deputado estadual Luís Augusto Lara como presidente.

A executiva comandada por Lara contará com seis vice-presidentes, primeiro, segundo e terceiro secretários; primeiro, segundo e terceiro tesoureiros, seguidos por 15 vogais e 13 suplentes.

Já os conselhos de ética e fiscal terão cinco titulares e cinco suplentes.

A convenção foi prestigiada pelos presidentes do PT estadual, o ex-governador Olívio Dutra, do PSB estadual, Caleb de Oliveira, do PCdoB, Adalberto Frasson, e do PDT municipal, Nereu D’Avila, e confirmou o papel do PTB como uma das principais legendas da política gaúcha.

Aberta pelo vereador Elói Guimarães, que se despediu do cargo de presidente, por volta das 10h, o encontro recebeu o principal líder do PTB gaúcho, o senador Sérgio Zambiasi às 11h e reuniu trabalhistas vindos de mais de 250 municípios, que no mês passado habilitaram-se à convenção com a eleição de seus diretórios municipais.

Durante o encontro, foi lembrado que há exatos 20 anos o senador reorganizou o PTB gaúcho, ao lado do então deputado Solon Tavares, que hoje dá nome ao órgão de formação política do partido.

Ao se despedir da condição de presidente, Elói Guimarães, que dirigiu o partido desde 2006, agradeceu a colaboração de todos que participaram ativamente de sua gestão.

“Tive o privilégio de dirigir o PTB e não posso deixar de agradecer a todos que me ajudaram nesse período, participando intensamente das ações partidárias.

Foram incansáveis a fizeram um trabalho incessante”, afirmou.

Lara, presidente eleito, abriu sua fala saudando a harmonia conseguida durante a gestão de Elói.

Cumprimentou, ainda, os presidentes dos diretórios municipais, as bancadas e os movimentos do partido e comemorou o fato de, em menos de 30 dias, ter conseguido realizar convenções em mais de 250 cidades.

“Chegamos a este momento com o PTB forte, grande e unido.

E fazemos isso pela militância, porque não somos nada mais do que gerentes desse partido, cujos donos são os filiados, e o maestro é o nosso senador Sérgio Zambiasi”, disse, destacando o senador como o “curinga” do partido.

Lara homenageou ainda Claudio Manfroi, que abriu mão da disputa pelo comando da executiva em nome da composição partidária que estará à frente do PTB estadual.

Disse também que o partido precisa se fortalecer, buscar novos líderes e funcionar como uma empresa, com metas claras e objetivas.

Entre essas metas, projetou a eleição de 2010 como o grande momento de o partido recuperar cadeiras na Assembléia e na Câmara de Deputados.

“Quando a gente está preparado e a sorte ajuda, o resultado aparece.

Essa gestão será clara e transparente como vêm sendo as gestões do PTB.

Em 2009 começa a nossa arrancada rumo à 2010, onde aumentaremos nossas bancadas.

Por isso, a eleição começa agora!”, convocou o novo presidente.

O senador Zambiasi disse que este é um dos momentos mais importantes do PTB, que nasceu exatamente há 20 anos.

“Hoje, depois de todo um processo político, foi possível que o partido possa oxigenar-se, renovar-se, viver um novo ciclo, uma nova era.

Estamos virando uma página da nossa história.

Esta página acrescenta muito na vida partidária e por isso podemos construir hoje um novo momento”, comentou Ele também lembrou de momentos importantes do partido, como a formação da primeira bancada da Assembléia e a refundação do PTB no Estado.

Com relação à nova executiva, declarou que foi graças a disposição desses nomes que se formatou uma saudável disputa interna, que em 30 dias mobilizou 250 municípios.

“Saímos daqui hoje com a certeza de praticar a mais bela democracia, pois a determinação desses grandes líderes foi a de construir uma nominata com essa ampla representatividade”.

Zambiasi encerrou a convenção comandando o ato simbólico que deu posse aos novos dirigentes.

“O desafio agora é ir ao trabalho.

Contamos com cada um de vocês nas suas regiões”.