PTB do Rio Grande do Sul recebe Rigotto e abre discussão sobre 2010

PTB Notícias 17/06/2009, 17:45


“Não sou problema para 2010”, reiterou o ex-governador Germano Rigotto no almoço que lhe ofereceram nesta terça-feira (17/6) os cinco deputados da bancada do PTB na Assembleia Legislativa e durante conversa de mais de duas horas que tiveram sobre o quadro político estadual e nacional.

Recepcionado pelo líder da bancada Iradir Pietroski e pelo presidente estadual do partido, Luís Augusto Lara, Rigotto fez questão de cumprir um ciclo de conversas para definir projetos para 2011 e reafirmar que é um nome para contribuir com o seu partido, sem impor qualquer candidatura.

“Não é hora de definir candidaturas.

Ainda é cedo para qualquer definição”, disse Rigotto”, antecipando apenas que não pretende “bater cabeça” com o senador Sérgio Zambiasi, ou seja, sem que os dois disputem o mesmo cargo.

Para isso, pretende que ambos voltem a discutir em breve a questão eleitoral.

Rigotto também destacou a participação do PTB em seu Governo e elogiou a fidelidade da bancada e dos integrantes.

Para ele, o partido é fundamental não apenas para ganhar a eleição como também para garantir a governabilidade pelo nível de participação e competência de sua militância e de seus quadros.

O presidente Luís Augusto Lara expôs ao ex-governador o projeto partidário para 2010, 2012 e 2014, sendo que neste momento o PTB concentra-se na formação de nominata expressiva para a Assembleia Legislativa e a Câmara dos Deputados.

“Queremos, no mínimo, ampliar em 50% nossa representação na Assembleia e na Câmara”, explicou Lara, acrescentando que o partido vem percorrendo o Estado em caravanas regionais para consolidar candidaturas e, num segundo momento, passar a discutir sua presença nas eleições majoritárias, ampliando, então, a discussão com outras siglas.