PTB elege nova Executiva, festeja resultados na eleição e exalta vitória do discurso conservador

PTB Notícias 18/11/2020, 15:13


Imagem

Uma magnífica vitória petebista em todo o Brasil, com a defesa do discurso conservador. Para o presidente Roberto Jefferson, esse foi o PTB vitorioso e coeso na defesa de suas bandeiras que emergiu das urnas de todo o país após a definição dos resultados das eleições municipais de 2020. Na abertura da Convenção Nacional nesta quarta-feira (18/11), em Brasília, Roberto Jefferson destacou o sucesso e o êxito obtidos pelos candidatos petebistas a prefeito e vereador. O presidente afirmou ainda que a excelente votação nas eleições deu suporte aos argumentos apresentados pelos candidatos do partido na campanha deste ano, consolidando o PTB como o principal partido conservador do Brasil.

Em discurso emocionado na Convenção que foi realizada via aplicativo Zoom, o presidente Roberto Jefferson agradeceu a cada um dos homens e mulheres do partido que disputaram cargos de prefeito e vice-prefeito e uma vaga nas câmaras municipais de municípios espalhados por todo o País. O presidente do PTB afirmou na reunião que os milhares de candidatos do partido defenderam com coragem as bandeiras do partido, em defesa da família, da vida,da pátria, do legado cristão do País, e fez um agradecimento a todos que permitiram ao partido avançar e obter nas urnas o posto de maior agremiação conservadora.

“Deus nos mostrou um novo caminho, ele nos mostrou a estrada que devíamos seguir nestas eleições, e nossos candidatos e candidatas abraçaram com muita energia e vigor as bandeiras do conservadorismo. Foi com muita satisfação que vimos nossos candidatos apresentando para a população de suas cidades esse novo discurso do PTB. Deus nos abriu o caminho e nos concedeu uma gloriosa vitória nas urnas”, disse Roberto Jefferson na Convenção Nacional do PTB.

Na saudação que fez aos candidatos, Roberto Jefferson fez um agradecimento especial às mulheres do partido, as leoas petebistas. O presidente do PTB destacou o trabalho e a liderança da presidente do PTB Mulher, Graciela Nienov, que levou o partido a atingir a quarta colocação entre todas as siglas partidárias na porcentagem de vitoriosas em relação ao total de candidatas.

“Quero aqui na Convenção saudar o esforço das nossas mulheres, das nossas leoas petebistas, que conseguiram uma vitória excepcional para o partido. Que coisa mais linda assistimos nessa eleição, com nossas leoas defendendo o sagrado direito da família, os nossos credos, o nosso legado judaico-cristão. A força, a garra, a disposição, a vontade, a vibração e a entrega das nossas mulheres foram fantásticas, e emocionou a nós todos. A nossa presidente do PTB Mulher, Graciela Nienov, fez um trabalho maravilhoso e garantiu que os recursos chegassem a tempo para as campanhas. O PTB Mulher fez bonito nesta eleição e Graciela e todas as nossas leoas petebistas estão de parabéns”, afirmou o presidente do PTB.

Após o discurso inicial, o presidente Roberto Jefferson colocou em votação a nova composição do Diretório Nacional. O presidente destacou que o novo diretório será reduzido de 400 para 230 nomes, o que trará maior economia no futuro nos eventos do partido. O novo Diretório foi eleito por unanimidade, e posteriormente foi eleita, também de forma unânime, a nova Executiva Nacional do partido, presidida por Roberto Jefferson, com Graciela Nienov como vice-presidente. A Executiva Nacional também foi reduzida dos atuais 90 componentes para apenas 33 componentes.

Novo movimento

Na sequência da Convenção Nacional, os membros do Diretório Nacional do PTB aprovaram por unanimidade a criação do movimento da Juventude Trabalhista Cristã Conservadora. O novo movimento surgiu após sugestão feita por Padre Kelmon e o Pastor Lino Greco, e a ideia foi plenamente abraçada pelo presidente da Juventude Trabalhista, Pedro Chaves. O presidente do novo movimento leu um manifesto pela criação da nova Juventude Trabalhista Cristã Conservadora, e a leitura do texto, escrito com o apoio do Padre Kelmon, arrancou lágrimas do presidente Roberto Jefferson e de diversos membros da Executiva Nacional.

Cristofobia e pedofilia

Um outro item votado durante a Convenção foi relativo à defesa enfática do partido contra a cristofobia. O presidente Roberto Jefferson, na reunião, disse que enxerga, principalmente na imprensa e no ativismo dos ministros do STF, uma posição que busca criminalizar os cristãos e as igrejas. O partido votou unanimemente por inserir em seu Estatuto a posição do PTB de combate à cristofobia.

Roberto Jefferson também colocou em análise na Convenção o pedido para que se transforme em questão estatutária no partido a defesa da aprovação de projetos para transformar em crime hediondo a pedofilia. O presidente do PTB destacou que o Judiciário vem atuando no sentido de descriminalizar a pedofilia, para que aqueles que abusam de crianças não sejam classificados como pedófilos. “Pedófilos, estupradores, abusadores de crianças não podem ser absolvidos porque o ativismo judicial de esquerda quer taxar esses criminosos como meros doentes. Pedofilia não é doença, é crime. Temos que lutar contra isso”, disse o presidente.

Contra a descriminalização das drogas

Um dos temas mais polêmicos discutido na Convenção Nacional do PTB foi a proposta para inserir no Estatuto do PTB o posicionamento do partido a favor da legalização do plantio, cultivo e venda de maconha no país. A proposta foi debatida pelos membros da Executiva Nacional, com posições contra e a favor da inclusão deste item no Estatuto do partido. O presidente Roberto Jefferson colocou a sugestão em votação com todos os membros do Diretório, mas devido à alta abstenção, o tema foi retirado de pauta e retornará em outra reunião do partido.

Ao final da Convenção Nacional, Roberto Jefferson leu o preâmbulo da Constituição Federal, na qual os representantes do povo brasileiro afirmam: “Sob a proteção de Deus, promulgamos a seguinte Constituição da República Federativa do Brasil”.

“Eu leio esse preâmbulo para reforçar que ninguém tem direito de rejeitar legalmente a presença de Deus. Não será admitida legislação que pregue, como fez a Bolívia, a proibição da evangelização. Ninguém poderá apresentar artigo pedindo a criminalização da evangelização”, afirmou o presidente do PTB, que encerrou a Convenção dizendo que “somos um país fundados na crença cristã. Cremos em Deus, na pátria, na família, na vida, na liberdade e na democracia. Viva o Brasil, viva o PTB”, bradou Roberto Jefferson, sob intensos aplausos.