PTB gaúcho decide candidatura de Lara a governo e lança 132 pré-candidatos

PTB Notícias 15/11/2009, 12:23


Com o auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul lotado por militantes e lideranças partidárias, o Diretório Estadual do PTB gaúcho confirmou que terá candidatura própria ao governo do Estado nas eleições de 2010, e indicou o nome de seu presidente estadual, deputado Luís Augusto Lara, como pré-candidato ao Piratini.

O encontro também marcou a apresentação dos 132 pré-candidatos trabalhistas a deputado estadual e federal e contou com a presença de dirigentes do PDT, PSDB, PT, PCdoB, PP, PSB.

Lara destacou que a pré-convenção era um momento histórico para o PTB, por reunir as principais forças políticas do Estado.

Disse ainda que é chegado o momento de buscar radicalmente o diálogo em favor do Rio Grande.

Quanto ao resultado do encontro, afirmou que consolidou a unidade partidária e assegurou as metas de ampliar as bancadas estadual e federal em 50%, além de servir de confirmação de uma nova opção para os gaúchos na próxima eleição.

“Estamos conscientes da força que nos leva para 2010.

Vamos deixar de ser coadjuvantes, fazer nosso trabalho e ser protagonistas da nossa história.

Se o meu PTB quer um candidato a governador, eu também quero, mas tem de ser de verdade.

Se for essa a vontade de vocês, amanhã estarei nas ruas dizendo que o PTB tem candidato”, enfatizou.

“Estamos fazendo um movimento audacioso no Estado propondo a Unidade Trabalhista e uma Frente Ampla.

Estamos tendo a audácia de despertar o sonho trabalhista”, afirmou.

O deputado petebista propôs ainda que a sigla comece a trabalhar agora a candidatura e sugeriu o dia 1º de maio como prazo estipulado para checar a viabilidade da candidatura nas pesquisas.

O senador Sérgio Zambiasi disse que o momento marcava a oxigenação do partido e reforçou a necessidade de ampliar a representatividade das bancadas para dar sustentação à candidatura própria.

“O PTB está inaugurando o diálogo com todas as forças políticas do Rio Grande do Sul.

Se não fizéssemos isso, estaríamos negando a nossa pregação, pois uma eleição não é a força de um só, e sim a soma de todos.

Lara pode ser o nome a nos liderar na disputa, mas não é justo que o joguemos no sacrifício, sem que ele exija o mesmo de nós”, completou.

Unidade Trabalhista A maioria dos representantes dos partidos convidados apoiou a tese recém lançada da Unidade Trabalhista.

Em nome do PDT, o deputado federal e presidente nacional da sigla, Vieira da Cunha, previu que a união dos trabalhistas será decisiva nas próximas eleições.

“Vamos estar juntos em 2010 e decidir as eleições”, previu.

Vieira foi sucedido ao microfone pelo presidente estadual do PT, Olívio Dutra, que considerou o trabalhismo um doutrina para produzir as mudanças sociais que o governo Lula vem se esforçando para realizar.

Destacando as convergências de seu partido com os trabalhistas, Olívio admitiu as diferenças, mas não as considerou insuperáveis.

“O trabalhismo é uma vertente jamais esgotada na política brasileira”, afirmou, para pouco depois lançar um “viva o PTB”.

O presidente estadual do PSB, Caleb de Oliveira, representou o pré-candidato do partido ao governo, deputado Beto Albuquerque, que precisou retirar-se da pré-convenção pouco antes de seu início para viajar.

Ele destacou que se o PTB lançar o nome de Lara, seu partido não terá nenhuma dificuldade em apoiá-lo, pois o parlamentar tem o “DNA do trabalhismo” de Getúlio, Jango e Zambiasi.

Já o presidente do PCdoB, Adalberto Frasson, também saudou a militância do PTB e disse esperar que se juntasse ao projeto eleitoral comum nas eleições do próximo ano, mostrando a vitalidade vista na convenção.

O presidente estadual do PP, Celso Bernardi, lembrou que a história de seu partido com o PTB já comportou desde alianças até momentos em lados opostos, mas que chegou o momentos de todos realizarem uma grande reflexão em torno do Rio Grande do Sul, sem esquecer que “aos políticos, cabe a missão e a arte de administrar os sonhos de seu povo”.

O presidente Lara esclareceu que todos os partidos políticos foram convidados para o ato de abertura da pré-convenção.

No final da convenção, o PSDB enviou como representante o membro de sua Executiva Regional, Carlos Alberto Callegaro.

fonte: site do PTB – RS