PTB Mulher lançará campanha nacional para estimular o empreendedorismo feminino

PTB Notícias 3/12/2020, 18:48


Imagem

“Mulheres Empreendedoras Superando a Crise”. Esse é o nome da campanha que o PTB Mulher irá lançar nacionalmente em Brasília, no próximo dia 09 de dezembro. Essa campanha, idealizada pela Presidente Nacional do PTB Mulher e Vice-presidente Nacional do PTB, Graciela Nienov, tem como objetivo principal a capacitação das mulheres no empreendedorismo, a disseminação de ideias e estratégias e o engajamento das mulheres que empreendem junto ao partido.

A nova campanha do PTB, que será lançada em evento com a presença do presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, tem como objetivo engajar, capacitar e desenvolver habilidades, formar lideranças femininas, angariar e formar lideranças ligadas ao tema. De acordo com a campanha, essa formação de mulheres empreendedoras se dará por meio de estudos e capacitações que despertem interesse no público-alvo, seguindo as diretrizes presentes no Estatuto do PTB, que pregam o conservadorismo nos costumes e os princípios liberais nas práticas profissionais e econômicas.

A vice-presidente do PTB e presidente do PTB Mulher, Graciela Nienov, ao destacar o resultado histórico obtido pelo partido nas eleições de 2020, afirmou que neste ano um bom passo já foi dado ao se incentivar que mais mulheres participassem da política. Agora, para ela, é chegado o momento de estimular as mulheres a empreenderem e gerarem renda, emprego e oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

“A vitória histórica que obtivemos nas urnas é o fruto do trabalho que realizamos no PTB Mulher. Agora se inicia um novo momento, e além de ajudarmos a transformar a vida das pessoas a partir das cidades, queremos inspirar as mulheres a se tornarem empreendedoras e alcançarem sua realização pessoal. O empreendedorismo feminino gera empregos e faz a diferença na economia e na sociedade, e impulsionar as mulheres tanto para a política como para concretização de novos negócios é um compromisso do PTB”, disse a vice-presidente Graciela Nienov.

De acordo com a presidente do PTB Mulher do Distrito Federal, Nayara Soares, que contribuiu com a elaboração da campanha, o partido está com os olhos voltados para as mulheres, principalmente, aquelas afetadas com a crise ocasionada pela pandemia do coronavírus. O projeto que estará sendo lançado pelo PTB Mulher em 09 de dezembro, segundo Nayara, tem o objetivo de dar um norte a essas mulheres.

“Eu estou em um partido ao qual eu tive vez. Onde a minha líder, vice-presidente do PTB e presidente nacional do PTB Mulher, Graciela Nienov, cresceu e, com isso, me fez crescer na mesma proporção. Foi através dela que tive a oportunidade de fazer parte da elaboração deste projeto”, disse Nayara Soares.

Empreendedorismo feminino no Brasil

O surgimento do empreendedorismo se deu através das diversas transformações que o mundo passou. No século XX surgiu a maior parte das invenções patenteadas por pessoas com visão de inovação. Essas, denominadas empreendedoras, são aquelas que possuem atitude de transformar uma simples ideia em algo criativo e concreto.

O empreendedorismo no Brasil começou a crescer na década de 1990, quando houve a abertura econômica a partir do governo Collor. Contudo, o empreendedorismo feminino que se deu em decorrência da industrialização anos atrás, somente nos anos 2000 começou a se fortalecer de fato.

O Empreendedorismo feminino diz respeito a negócios idealizados e administrados por mulheres, o que vem alcançando destaque cada dia mais na sociedade. No Brasil, as mulheres são maioria da população, e passaram a viver mais, têm tido menos filhos, ocupam cada vez mais espaço no mercado de trabalho e, atualmente, são responsáveis pelo sustento de 37,3% das famílias.

Temos hoje um aumento do interesse das mulheres e uma luta incessante para se obter um local no mercado, um lugar ao sol, onde elas possam administrar sua própria vida e o sustento de sua família.

Desta forma, o empreendedorismo feminino tem causado um grande impacto na economia brasileira. Entretanto, estudos apontam que há a necessidade de maior motivação das mulheres para que optem pelo empreendedorismo, e para que busquem autoestima e a realização profissional.