PTB Mulher realiza primeiro Fórum Nacional, em São Paulo

PTB Notícias 29/11/2015, 15:49


A tarde deste sábado (28/11/2015) entrou para a história de lutas pela valorização da mulher na sociedade e sua inserção nos mais altos espaços de poder.

Maior movimento de mulheres da política brasileira, o PTB Mulher realizou em São Paulo seu primeiro Fórum Nacional, que contou com a presença de mais de 500 lideranças femininas, representantes de mais de 20 estados e centenas de mulheres de municípios de todo o país.

Participaram do encontro as presidentes do PTB, deputada Cristiane Brasil (RJ), e do PTB Mulher, Marlene Campos Machado, e o secretário-geral do PTB e presidente do partido em São Paulo, deputado estadual Campos Machado.

Também estiveram presentes Luiz Souto Madureira, vice-presidente nacional de Mobilização e Articulação Política do PTB e secretário-adjunto de Justiça e da Defesa da Cidadania do governo de São Paulo, dezenas de prefeitas e vices, vereadoras, empresárias e pré-candidatas.

(/_tinyimg/MarleneCamposMachado-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg) Em seu discurso, Marlene Campos Machado disse que 2015 foi um ano “desafiador”.

“Assumi a presidência do PTB Mulher com a grande responsabilidade de suceder a minha amiga e líder, deputada Cristiane Brasil.

E eu tenho certeza que avançamos e muito em nossas batalhas para inserção da mulher na política”, afirmou.

Marlene falou também do árduo trabalho do movimento feminino trabalhista que, além da montagem de diretórios, realizou uma campanha nacional de filiação e treinamentos de oratória e direito eleitoral para pré-candidatas, organizando eventos em diversos estados.

“Vamos fazer a diferença porque este Fórum é para valorização da mulher”, acrescentou.

A presidente Cristiane Brasil agradeceu a calorosa recepção e ressaltou a trajetória de Marlene, que de empresária, apoio de seu marido, de sua família e de um trabalho social está ascendendo no meio político, com um histórico de quase 400 mil votos na disputa pelo Senado em São Paulo, nas eleições de 2014.

(/_tinyimg/CristianeBrasil-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg) “Quero saudar minha querida presidente nacional do PTB Mulher, que preparou esta festa linda para todos nós.

Ela sempre foi uma retaguarda que cuidava dos negócios, que cuidava de Campos Machado, e uma pessoa que trabalhou nos bastidores, montando diretórios, fazendo trabalhos sociais e, com isso, ela mesma foi conquistando seus espaços dentro de diretórios do partido.

Eu me lembro de algumas reuniões da Marlene, sempre lotadas de mulheres por todos os cantos, fazendo os mais bonitos trabalhos e foi esse trabalho que deu mérito para que ela ocupasse hoje o lugar que ocupa”, destacou Cristiane.

“[Marlene] pode ser a futura prefeita de São Paulo”, acrescentou.

Em seu pronunciamento no evento, Cristiane Brasil criticou o preconceito ainda existente em relação à participação feminina no meio político.

“Não é demérito para nenhuma mulher a maneira pela qual ela entra na política, o mais importante é aquilo que a mantém.

Trabalho, liderança, resultado, competência, lealdade e coragem.

“Já Campos Machado, um dos grandes entusiastas e dos maiores incentivadores da participação feminina na política, criticou a discriminação contra as mulheres.

“Sempre ouço que nunca vai ser possível igualar homens e mulheres.

Mas nunca pretendo igualar porque eu não nunca vi que existe a diferença.

Como é que eu vou igualar aquilo que não existe?”, questionou.

(/_tinyimg/CamposMachado-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg) O líder do PTB paulista ressaltou também que é muito difícil incluir mulheres em um partido, mas que “hoje estamos vivendo outro momento, com as mulheres participando, sonhando, acreditando, olhando para cima”.

O deputado reconheceu o trabalho de Marlene, cuja “dedicação, empenho e a vontade de crescer que a acompanha em todos os seus dias”, e destacou o perfil de Cristiane Brasil.

“Guerreira, destemida, determinada e corajosa.

A política não é lugar para covarde, é para quem tem coragem.

Cristiane fala o que pensa, não sabe o que é a palavra medo.

A covardia aniquila as pessoas e a Cristiane é uma mulher de muita coragem, que assumiu a presidência de um partido que tem 70 anos de história e tradição, [um partido] que nasceu com Getúlio Vargas.

Eu sempre digo que só muda a história quem tem história”, ressaltou Campos.

Projeto para 2016-2018O evento também foi ponto de reforço para algumas bandeiras do partido.

Além da firmeza em ressaltar seu posicionamento contra o aumento de impostos, ficou claro para os presentes que o PTB tem projetos que envolvem candidaturas majoritárias para 2018.

(/_tinyimg/CristianeBrasil-mesa-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg) “O PTB está passando por uma grande reformulação de todos os seus princípios.

Estatuto, bandeiras.

Completamos 70 anos, mas queremos ter mais 70 anos.

Por isso, estamos passando por um planejamento estratégico em que as bases estão dizendo e vão dizer quais são os valores, as metas.

Qual a visão de futuro do partido”, disse Cristiane Brasil.

“Poderemos não só ter candidatura viável para o governo de São Paulo em 2018, como, com certeza, ter candidatura própria à Presidência da República.

Time que não joga não tem torcida.

“Campos Machado não só falou do PTB como sucessor de Geraldo Alckmin no governo do Estado como ressaltou que na capital paulista “não seremos coadjuvantes, seremos protagonistas”.

Grandes líderesO presidente de honra do PTB, Roberto Jefferson, foi citado nos discursos.

O secretário-geral também fez questão de saudar “um grande ausente” no evento, a quem citou como um homem de caráter, que considera como amigo e irmão.

“Sempre digo que Deus escolhe os homens e as mulheres que, em vida, terão o mesmo pai e a mesma mãe.

Já nós os escolhemos em nossos corações, escolhemos aquelas pessoas que serão nossos irmãos de fé, e eu escolhi este grande ausente como meu amigo e irmão de fé, nosso presidente de honra, Roberto Jefferson”, disse Campos Machado.

(/_tinyimg/CamposMachado-1-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg) Cristiane Brasil agradeceu a menção a Roberto Jefferson e destacou o reconhecimento nacional de Campos Machado, afirmando que o partido dará andamento à criação de departamentos idealizados por ele em São Paulo, para representar os mais diversos seguimentos sociais.

A presidente do PTB também citou o carinho especial que tem pelo deputado: “Chamo [Campos Machado] de padrinho de coração porque sempre foi um incentivador meu na política, sempre acreditou na minha força, no meu trabalho, e sempre me deu conselhos importantíssimos e fundamentais para que eu pudesse vencer os espinhos e encontrar o perfume das rosas na política”, disse Cristiane.

“Sua atuação e trabalho em São Paulo são reconhecidos nacionalmente.

Você é uma das maiores lideranças da história do PTB.

“Outras atraçõesOs especialistas em liderança e coaching André Menezes e Liamar Fernandes encerraram o evento com palestras sobre a responsabilidade cidadã de atuar no meio político e a importância das mulheres ocuparem espaços de poder.

O coral de idosos Mix, coordenado por Emeli Souza (membro da executiva municipal do PTB Mulher), cantou e encantou com músicas temáticas sobre São Paulo e homenageou a cantora e compositora gaúcha Carla Zambiasi, com o hino do PTB Mulher.

Mesa de honraAlém de Cristiane Brasil, Campos Machado, Marlene Campos Machado e Luiz Souto Madureira, compuseram a mesa de honra do evento Marli Iglesias (fundadora e vice-presidente nacional do PTB Mulher), Vera Gorgulho (secretária-geral do PTB Mulher), Marly Lamarca (presidente municipal do PTB Mulher de São Paulo), delegada Rose Correa (fundadora e idealizadora das delegacias da mulher e presidente do Conselho da Condição Feminina do Estado de São Paulo), Antônio Augusto Meyer (OAB-RS), Silvia Meira (Prefeita de Monte Alto), Silvana Guarnieri (vice-prefeita de Diadema), Carolina Chaves (secretária especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida do Rio de Janeiro) e a vereadora Lúcia Ribeiro (Arujá).

Também marcaram presença as presidentes do PTB Mulher Paula Zerbini (Tocantins), Evana Costa (Bahia), Taíssa Gama (Salvador), Emilce Campos (Maranhão), Maria do Livramento (São Luiz), Juliana Saturno (Mato Grosso), Cláudia Monteiro (Minas Gerais), Itamácia Marçal (Rio de Janeiro), Cristina Costa (cidade do Rio), Márcia Tedesco (Rio Grande do Sul), Sherie Prado (Santa Catarina), Sandra Raimundo (Florianópolis), Namíbia Negrelli (Espírito Santo), Mirian Brasil (Paraná) e Elisângela Martins (Distrito Federal).

(/_tinyimg/MarleneCamposMachado-mesa-geral1-ForumNacionaldoPTBMulher-SP.

jpg” target=”_blank) Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria de Marlene Campos Machado (PTB-SP)Fotos: Divulgação