Ranolfo Vieira Júnior apresenta programa RS Seguro em workshop para o Vale dos Sinos

Agência Trabalhista de Notícias - 15/04/2019, 10:44

Crédito: Lu Freitas/SSP-RS

Imagem

Gestão de informações e o conhecimento de dados sobre criminalidade foram o foco do workshop Observatório de Segurança Pública, promovido pela Prefeitura de Novo Hamburgo (RS), na quinta-feira (11). O vice-governador e secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Junior (PTB), abriu a sequência de palestras, que reuniu autoridades sobre o tema.

Durante a palestra, Ranolfo apresentou o Programa Transversal e Estruturante, lançado em fevereiro, o RS Seguro. Com base em estudos sobre a criminalidade, reconhecendo que a violência é uma questão que vai além da segurança, representando também desafios sociais e econômicos, o governo do Estado elaborou um programa com medidas estruturantes, orientadas pelo tripé de diretrizes de integração, inteligência e investimento qualificado. Em menos de dois meses, o RS Seguro já apresenta ações concretas e que impactam na redução dos índices de criminalidade.

Entre as ações projetadas pelo RS Seguro está o avanço do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (PISEG/RS). “Em um contexto de desequilíbrio fiscal, arrisco dizer que essa lei será a redenção no tocante ao investimento em segurança pública no Estado”, afirmou Ranolfo.

O PISEG é uma lei que possibilita à empresas gaúchas contribuintes de ICMS a compensação de valores destinados à segurança de até 5% do saldo devedor para a aquisição de bens e equipamentos para os órgãos da Segurança ou por meio de depósito no Fundo Comunitário Pró-segurança. Dez por cento do valor repassado será destinado para ações de prevenção, por meio de depósito no mesmo fundo.

Já no âmbito do município, a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, também destacou ações de enfrentamento a violência como o Programa de Desenvolvimento Municipal Integrado (PDMI).

“A segurança é um tema que nos faz trabalhar muito aqui na cidade. Mas trabalhamos de forma integrada auxiliando as forças de segurança em tudo que é preciso e possível”, afirmou a prefeita, que também apresentou resultados expressivos do PDMI que já realizou 10 mil atendimentos para jovens em situação de vulnerabilidade social. “Os resultados do programa vão mudar a forma como o cidadão enxerga a necessidade de prevenção na segurança pública”, finalizou.

Com informações da Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP/RS)