Raoni denuncia não pagamento da Prefeitura de João Pessoa a artista local

PTB Notícias 13/11/2015, 10:44


O vereador Raoni Mendes (PTB) pediu na quinta-feira (12/11/2015) que a Prefeitura de João Pessoa (PB) pague ao ator Kelner Macêdo por serviços prestados em março deste ano.

O parlamentar destacou que o ator postou em página de rede social cobrando do órgão pagamento pelo prestado.

Raoni Mendes exibiu vídeo em que Kelner Macêdo atuou na propaganda da prefeitura na qual convidava os cidadãos a pagarem o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Segundo relatos do ator, oito meses após a data acordada para o pagamento pelo trabalho, a remuneração ainda está pendente.

“Agora faço uma pergunta aos vereadores defensores do prefeito Luciano Cartaxo (PSD): vocês sabiam que os profissionais das artes também pagam contas? A quem eles vão recorrer nessa situação? Isso vem acontecendo com vários pais de família e ninguém está vendo isso? Já trouxe vários casos aqui nesta tribuna [da Câmara Municipal], mas este é o mais grave.

Se ele não cuida dos pequenos, vai cuidar de quem?”, indagou o parlamentar.

Ainda segundo o vereador, o artista plástico Rodrigues Lima vendeu três quadros à prefeitura, no valor de R$ 15 mil, e passou um ano sem receber o pagamento.

Raoni também citou um débito da administração com a empresa concessionária de energia elétrica na capital paraibana, a Energisa.

O líder da bancada de situação na Câmara, vereador Marco Antônio (PPS), afirmou que o ator prestou serviços a uma agência de publicidade, que tem contrato com a prefeitura.

“A prefeitura tem contrato com a agência e é a agência quem paga ao artista.

Aconselho Vossa Excelência a apurar melhor suas denúncias”, afirmou Marco Antônio.

Raoni Mendes afirmou que o ator acorda e cobra o pagamento, explicitamente, da gestão municipal.

“Ele cobra da prefeitura, se ele não recebeu o pagamento pelo serviço, é por que a prefeitura não pagou”, rebateu o parlamentar.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de João PessoaFoto: Divulgação