Raphael Matos cobra funcionamento da unidade de perícia e identificação

PTB Notícias 26/05/2014, 8:03


Na busca de resposta à população que reclama da precariedade do atendimento no órgão responsável pela perícia e identificação em Dourados (MS), o vereador Raphael Matos (PTB) fez requerimento ao governador André Puccinelli (PMDB), com cópia ao secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Brasil Jacini, solicitando esclarecimentos sobre quais providências foram ou serão adotadas no sentido de efetivo funcionamento da Unidade Regional de Perícias e Identificação em Dourados.

“Requeremos tal esclarecimento devido às constantes reclamações da população no que se refere à precariedade no atendimento daquela unidade e apontando vários problemas que, se solucionados, proporcionaria melhores condições de trabalho aos servidores e conforto aos usuários”, justifica o vereador do PTB.

Raphael Matos cita entre os problemas para os quais solicita providências, a ausência de banheiros para utilização do público; insuficiência de cadeiras na sala de espera, o que obriga as pessoas a aguardarem do lado de fora, sujeitas às intempéries e, também, senhas em número insuficiente, o que faz com que as pessoas cheguem pela madrugada e, muitas vezes, não conseguem a senha e têm que retornar no dia seguinte.

“Também se observa o número reduzido de funcionários para o atendimento ao público, bem como a efetiva realização de alguns serviços no local, pois devido à falta de estrutura ainda são realizados em local diverso”, observa.

PraçasRaphael Matos também fez indicação ao prefeito Murilo Zauith (PSB), com cópias aos secretários José Jorge Filho (Governo) e Luís Roberto Martins (Serviços Urbanos) e ao diretor da Funed, Antonio Coca, solicitando a reposição de areia nas quadras do Ceper do BNH I Plano e na Praça do Parque Alvorada, além de reparos na iluminação do Ceper do BNH I.

Explica que os locais são as únicas áreas de lazer daquele e demais bairros vizinhos e observa que são várias reclamações dos usuários no que se refere à iluminação e a falta de areia nas quadras.

“O atendimento para estas demandas, com certeza, trará benefícios para os praticantes de esportes e a todos que se utilizam dos espaços para alguma atividade de lazer e entretenimento”, diz Raphael.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Jornal Agora MS Foto: Thiago Morais