Raphael quer teleconsultas para os idosos na saúde pública de Dourados

PTB Notícias 10/02/2014, 17:30


Em indicação ao prefeito de Dourados (MS), Murilo Zauith (PSB), com cópias aos secretários municipais José Jorge Filho (Governo) e Sebastião Nogueira (Saúde) e ao procurador-geral do município, Alessandro Lemes Fagundes, o vereador Raphael Matos (PTB) está solicitando estudos visando à elaboração de um projeto de lei que crie o teleconsultas (0800) para idosos no município.

Raphael justifica que sua proposição tem como objetivo acabar com as filas para marcação de consultas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Dourados.

“Para a pessoa da terceira idade, será de fundamental importância a criação do teleconsulta”, reforça Raphael, explicando que o paciente poderá agendar a consulta por telefone, na unidade de saúde mais próxima do seu endereço, sem ter de sair de casa e nem ficar na fila.

E a ligação é gratuita.

De acordo com o vereador, do outro lado da linha, na central, teria agentes de atendimento especialmente treinados e capacitados para esclarecer dúvidas e garantir um atendimento adequado, rápido, eficiente, seguro e humanizado, com prioridade para idosos.

“Estes agentes de atendimento do teleconsulta seriam especialmente capacitados para lidar com os usuários em busca de assistência médica.

Pessoas com conhecimento do sistema SUS e da rede municipal de saúde, tendo noções sobre as doenças mais comuns desta população”, salienta Matos.

O vereador ainda sugere que as consultas poderiam ser marcadas com prazo de 12 horas, como prioridade 01; 24 horas, prioridade 02; e 48 horas, como prioridade 03.

Ainda de acordo com Raphael Matos, na hora de escolher o prazo, o teleconsulta levaria em conta a idade, o sexo e a situação do usuário.

“É importante lembrar que na contagem desses prazos será considerado o horário de funcionamento das unidades de saúde”, observa.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Câmara Municipal de DouradosFoto: Câmara Municipal de Dourados