Reforma da Previdência não é necessária, afirma Arnaldo Faria de Sá

PTB Notícias 7/03/2016, 13:56


Ao afirmar que a Previdência Social não é a responsável pelos problemas econômicos e financeiros do Brasil, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) manifestou-se contra a realização de uma reforma previdenciária no país.

“Eu até concordaria em discutir o assunto, se a reforma tratasse da revisão dos benefícios de aposentados e pensionistas e da desaposentação, e definisse a anterioridade da aplicabilidade da regra 85/95 para aqueles que se aposentaram antes da aprovação da lei, mas dizer que a Previdência é culpada pelo problema econômico-financeiro deste país é uma desfaçatez, uma sem-vergonhice sem precedentes”, disse.

Segundo o parlamentar, a causa dos grandes problemas do Brasil é o “rombo” feito na Petrobras e nos fundos de pensão.

“Não se pode querer culpar a Seguridade Social, que paga religiosamente benefícios para 32 milhões de pessoas.

Muitas deles são benefícios assistenciais, que ficam comprometendo, na conta, a questão daqueles que têm o sistema de pagar o benefício para o chamado cálculo atuarial”, declarou.

Faria de Sá também disse não admitir que os aposentados sejam utilizados como massa de manobra para a realização de uma reforma da Previdência.

“Esta é uma culpa que não têm.

A culpa é do Poder Executivo e, lamentavelmente, também desta Casa [Câmara dos Deputados], por não reagir à altura dessa situação que é colocada”, criticou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos DeputadosFoto: Ananda Borges/Câmara dos Deputados