Reforma trabalhista é um avanço para o Brasil, afirma Roberto Jefferson

Felipe Menezes - 14/07/2017, 18:03

Créditos: Neto Sousa/PTB Nacional

Imagem

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, comemorou a sanção, na íntegra, da lei de modernização da legislação trabalhista. A legitimação da proposta foi feita pelo presidente Michel Temer em cerimônia no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (13), com a presença do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e de parlamentares do partido. A Lei 13.467/2017 foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (14), e passará a valer em 120 dias.

Segundo Roberto Jefferson, a reforma trabalhista é primordial para ajudar o país a voltar a crescer. Segundo Jefferson, quando foi criada em 1943 pelo então presidente Getúlio Vargas, fundador do PTB, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) significou, à época, um avanço para o Brasil.

O líder trabalhista ressaltou, no entanto, que a CLT precisava ser atualizada, tendo em vista que o país não é o mesmo de 74 anos atrás e, sobretudo, quando há 14 milhões de desempregados e inúmeras empresas fechando as portas. Destacando que as leis precisam se adaptar aos novos tempos, Roberto Jefferson diz que a modernização da CLT vai aumentar a geração de empregos e dar segurança jurídica tanto para empregados quanto para empregadores.

“Os brasileiros não devem dar ouvidos àqueles que pregam a discórdia e a mentira, não devem dar ouvidos àqueles que anseiam ver o empobrecimento da nação brasileira, pois são esses mesmos cavaleiros do apocalipse que, quando estiveram à frente do governo federal, nada fizeram pelos trabalhadores e empregadores. Portanto, ao contrário do que dizem, a lei de modernização da legislação trabalhista representa um avanço para o Brasil. Ela não tira direitos nem é um retrocesso, ao contrário, é a garantia de um Brasil moderno, competitivo e próspero”, afirmou.

Compromisso

O presidente do PTB destacou também o trabalho desempenhado por Ronaldo Nogueira no Ministério do Trabalho. De acordo com Roberto Jefferson, além do conhecimento dos temas relacionados ao trabalhismo, o diálogo com diversos representantes da sociedade, o discernimento e a serenidade do ministro foram primordiais na elaboração da proposta da reforma trabalhista. Jefferson parabenizou ainda os parlamentares da legenda pela dedicação e comprometimento para a aprovação da matéria no Congresso Nacional.

“O compromisso do PTB é tirar o Brasil do atraso, fazer com que volte aos trilhos do crescimento. E a reforma trabalhista era imprescindível para que pudéssemos iniciar um novo momento no país, com geração de emprego e renda e mais oportunidades e bem-estar aos mais de 200 milhões de brasileiros. Porque para nós do PTB, justiça social é dinheiro no bolso do trabalhador”, frisou Roberto Jefferson. “Parabéns aos companheiros do partido. O Brasil inicia, agora, uma nova fase histórica”, concluiu o líder trabalhista.