Reizo C. Branco denuncia convênio entre ex-prefeito de Manaus e Caixa

PTB Notícias 5/09/2013, 6:26


O ex-prefeito de Manaus (AM) Amazonino Mendes (PDT) foi alvo de acusações por parte do vereador Reizo Castelo Branco (PTB) na terça-feira (3/9/2013), no plenário da Câmara Municipal.

A denúncia é referente a um convênio entre prefeitura e Caixa Econômica Federal no valor de R$ 50,2 milhões firmado em 2012 para a realização de obras de infraestrutura no bairro Águas Claras 1 e 2, zona norte da capital.

De acordo com Reizo, a situação é acompanhada por ele há cerca de quatro meses e foi denunciada por moradores do bairro, e que durante esse tempo realizou visitas ao local e reuniões com os moradores para saber mais detalhes da situação.

Reizo disse que fez um requerimento no dia 25 de julho à Prefeitura de Manaus, no qual solicitou todas as informações do convênio.

Entretanto, disse, o valor informado pela prefeitura é contraditório ao anunciado pelo convênio.

“O que tivemos conhecimento e que consta na placa que ainda está no local é o valor de R$ 50,2 milhões.

Mas, na comunicação da prefeitura veio outro valor: R$ 633 milhões.

Já solicitei novamente a confirmação dessa informação à prefeitura, para só então tomar outras providências”, explicou.

O petebista frisou que os vereadores são fiscalizadores e não podem se calar diante de algo tão sério.

Contou, ainda, que quer a resposta correta e que não vai se intimidar por causa da denúncia.

Reizo Castelo Branco enfatizou que após a confirmação do valor, ele pretende se reunir com advogados e vereadores da casa legislativa e só então formalizar a denúncia ao Ministério Público do Estado (MPE).

Ele também não descarta acionar a Polícia Federal pelo fato da verba ser de origem federal.

“Aquelas pessoas não podem continuar sendo prejudicadas.

Eles relataram que foram colocados 30 metros de tubulação no local, mas foi retirada, assim como as máquinas para o início das obras e tudo mais”, disse o parlamentar.

Reizo também pretende solicitar a presença do ex-secretário municipal de Infraestrutura Américo Gorayeb à Câmara para que explique sobre o uso do dinheiro destinado especificamente à pavimentação de ruas, instalação de rede de esgoto, sinalização viária, além da construção de passeis públicos.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Em Tempo