Reizo cria projeto para atender alunos identificados como superdotados

PTB Notícias 28/06/2013, 12:08


O vereador Reizo Castelo Branco (PTB) deu entrada no projeto de lei 280/2013, na Câmara Municipal de Manaus, que discorre sobre o atendimento educacional especializado aos alunos identificados com “altas habilidades ou superdotados” matriculados na rede municipal de ensino.

São considerados alunos com altas habilidades ou superdotados os que apresentam um grande desempenho e elevada potencialidade em seu desenvolvimento, observados em todos os aspectos, isolados ou combinados como capacidade intelectual geral, aptidão acadêmica específica, pensamento criador ou produtivo, capacidade de liderança, talento especial para artes e capacidade psicomotora.

Segundo dados psicométricos, estes alunos estão em uma faixa de 1% a 10% de qualquer população, independentemente de etnia, origem ou situação socioeconômica.

A proposta ressalta que o município de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação, em atendimento ao disposto no inciso II do artigo 59 da Lei 9.

394, de 20 de dezembro de 1996, fornecerá educação especializada para estes alunos.

Também deve ser assegurada a aceleração quanto a modalidade de atendimento escolar que permite cumprir, em menor tempo, a formação regulamentar prevendo matrícula do educando em série ou ciclo compatível com seu desempenho escolar, levando em conta a sua maturidade sócio – emocional.

O projeto de Reizo também propõe que sejam realizadas parcerias com instituições públicas e privadas especializadas, associações, instituições de ensino, pesquisas e extensão universitária visando a identificação e atendimento desses alunos.

Segundo o vereador, esse projeto é de grande importância para a sociedade.

“Alguns especialistas descrevem que os alunos superdotados só desenvolverão as capacidades especiais com acompanhamento específico, porque, se forem introduzidos nos passos normais da escolaridade, eles poderão ficar desmotivados, uma vez que o ritmo de aprendizagem deles é mais rápido do que o dos alunos regulares.

Creio que ajudando estes alunos vamos contribuir posteriormente com a nossa sociedade”, ressalta Reizo Castelo Branco.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Câmara Municipal de ManausFoto: CMM